18 de maio de 2015 • 4:14 pm

Política

Renan Filho: Ninguém fez mais por Marechal do Cristhiano Matheus

O governador disse ainda está com o prefeito para somar esforços por Marechal Deodoro.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

 

Renan Filho: apoio a Cristhiano

Renan Filho: apoio a Cristhiano

Tratar bem um aliado tem sido uma das marcas do governador Renan Filho (PMDB). Isso ele deixou bem claro durante visita ao Francês, em Marechal Deodoro, para inaugurar o sistema de saneamento do bairro. Ao lado do prefeito Cristhiano Matheus (PMDB), o governador disse que quem tenta agredir a gestão de Matheus não consegue, por que  “o povo sabe muito bem o bom trabalho que você realiza aqui Cristhiano”.

Segundo Renan Filho, uma das maiores preocupações do prefeito na administração de Marechal Deodoro é em cuidar bem das pessoas. “Ele sabe às necessidades do povo desta terra e o que não dá para tirar do Cristhiano é que ninguém fez mais por Marechal Deodoro do que ele”. O governador disse ainda está com o prefeito para somar esforços por Marechal Deodoro.

A manifestação do governador surgiu como um aval ao trabalho que o prefeito realiza no município, com um elenco de obras em quase todos os bairros da cidade. O prefeito disse que Marechal é um das cidades que mais cresce em Alagoas e sua gestão tem se desdobrado para atender a todas as demandas que surgem no dia a dia.

Depois de agradecer as palavras do governador, Cristhiano Matheus disse que a obra de saneamento bairro do Francês foi uma conquista importante para a população do município. O sistema de tratamento de esgotos do bairro foi construído com recursos federais, com a contrapartida do Estado. No entanto, a partir de agora será gerenciado pela Prefeitura. O trabalho, disse o prefeito, tem um alto alcance social, pois representa ação pela saúde pública e infraestrutura do município, considerando que o saneamento se enquadra nestes dois perfis;

O prefeito de Marechal destacou ainda que sabe bem das dificuldades que hoje vivem os prefeitos do País, em função da crise econômica no plano federal, mas está convencido de que a situação vai mudar com muito esforço e trabalho de todos.

“É preciso que cada um faça a sua parte. O prefeito em seu município, o governador no Estado e o governo federal faça a sua respeitando as peculiaridades do pacto federativo. Se todos se envolverem com determinação e senso de justiça social, o País e nossos municípios sairão dessa maré revolta com serenidade. É nisso que acredito”, concluiu Cristhiano Matheus.

Deixe o seu comentário