15 de maio de 2015 • 10:23 pm

Cotidiano

Renan Filho vai pagar transporte escolar por indenização; Um recurso preocupante

O pagamento por indenização é um recurso não recomendado pelo Ministério Público e a legislação específica.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Pagamento por indenização, um recurso perigoso para a legislação que rege as normas do serviço público, foi a fórmula encontrada pelo governador Renan filho (PMDB) para resolver as pendências financeiras com as empresas contratadas para fazer o transporte escolar em Alagoas.

Para fazer isso, o governo teve o aval da Procuradoria Geral do Estado. A decisão abre brechas para uma série de outros pagamentos que ficaram pendentes em secretarias estaduais, desde o governo passado.

O governador utilizou os microfones das emissoras de rádio para dizer que tinha resolvido o problema do transporte escolar. Ele disse que não sabe por que em em 2007 o transporte escolar custava para os cofres públicos estaduais R$ 17 milhões e em 2014 o valor quase triplicou e subiu para R$ 56 milhões.

Depois disso, numa tentativa de se justificr diante do Ministério Público, órgção fiscalizador, RF questinou:

“O que nós fizemos? Nós enfrentamos e municipalizamos uma parte grande. Hoje, mais de 70% da rede é municipalizada, quanto ao transporte. Fizemos uma grande economia para investir na Educação,” destacou Renan Filho.

O governador destacou ainda que o problema não é em todo o Estado. “Somente 30% do estado hoje, tem transporte pago pelo Governo, através da Secretaria da Educação; além disso, não paramos todo o transporte relativo a esses 30%. Nosso objetivo é o estudante na escola. Faremos tudo para isso acontecer. Se tivermos um ônibus parado, esse problema precisa ser corrigido”, pontuou Renan Filho.

 

 

Deixe o seu comentário