4 de Janeiro de 2018 • 3:43 pm

Justiça » Serviços Públicos

Reprovados em teste físico da Polícia Civil de 2012 devem prosseguir no concurso

Cinco candidatos reprovados na época alegam que não há lei que regulamente a exigência de teste de aptidão física para os cargos de agente e escrivão

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, do Tribunal de Justiça de Alagoas, determinou que a Polícia Civil de Alagoas efetue a matrícula de cinco candidatos não convocados para a segunda etapa do concurso da instituição, o curso de formação policial. A decisão foi publicada no Diário da Justiça desta quinta-feira (4).

Decisão é da desembargadora Elisabeth Carvalho, do TJ/AL. Foto: Caio Loureiro

Os candidatos foram reprovados na corrida de 12 minutos, uma das modalidades da prova de capacidade física para os candidatos dos sexos masculino e feminino, no concurso aberto em 2012. No entanto, eles alegam que não há lei que regulamente a exigência de teste de aptidão física para os cargos de agente e escrivão da Polícia Civil.

Por este motivo, ingressaram com processo visando assegurar sua participação na segunda etapa do concurso, o curso de formação da Polícia Civil, que inicia nesta quinta (4).

De acordo com a desembargadora Elisabeth Carvalho, seria necessária uma lei autorizando a exigência do teste de aptidão física para que os candidatos fossem desclassificados com base nesse requisito, não sendo suficiente a previsão em edital.

Deixe o seu comentário