22 de junho de 2017 • 10:09 am

Maceió

Rui ameaça cortar o ponto dos servidores que aderirem a greve

Os servidores municipais entraram em greve nesta quinta-feira para ter direito a um reajuste salarial

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O prefeito de Maceió, Rui palmeira (PSDB) disse nesta quinta-feira, 22, que vai cortar o ponto dos servidores que aderirem a greve na Prefeitura. Segundo ele, o ato está amparado em jurisprudência do Supremo Tribunal Federal.

Os servidores entraram em greve por tempo indeterminado depois que o gestor municipal negou o reajuste de salários do pessoal do município, sob a alegação de que a Prefeitura vive atualmente o seu pior momento financeiro.

Depois de ameaçar com o corte do ponto, o prefeito disse que em momento algum falou que o reajuste seria zero por cento. O que acontece, conforme declarou em coletiva à imprensa, é que não há caixa para fazer uma negociação salarial neste momento, considerando a economia nacional, o clima de incerteza e a queda da arrecadação municipal.

Rui Palmeira declarou que mantém o diálogo aberto com os sindicalistas do município, mas disse que a greve tem uma motivação política.

Ele deixou a entender que quando a situação financeira melhorar poderá sentar com os servidores e garantir uma negociação salarial para todos. Segundo ele, o histórico de reajustes na sua administração gira em média de 10%.

Deixe o seu comentário