22 de junho de 2017 • 7:34 am

Maceió

Rui Palmeira nega aumento salarial e servidores entram em greve

Prefeitura alega crise de Brasília para justificar zero por cento para o pessoal

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Depois que o prefeito Rui Palmeira (PSDB) declarou que o reajuste salarial dos servidores municipais este ano seria de zero por cento, a categoria entrou em greve nesta quinta-feira, 22.

O movimento, segundo as lideranças das entidades do funcionalismo público, será por tempo indeterminado ou até que haja uma manifestação objetiva do prefeito.

Rui Palmeira: aumento é 0%.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Rui Palmeira alega a crise financeira e a conjuntura nacional para não conceder o reajuste do pessoal, o que para os servidores é transferir a respomsabilidade para Brasília de uma questão muito localizada.

Ato público – Por conta da decisão do governo municipal, o Sindicato dos Servidores da Prefeitura (Sindspref) realiza nesta manhã um ato público de protesto na porta do gabinete do prefeito.

O presidente doSindspref, Sidney Lopes, destaca que o município teve crescimento de 8,2% nos repasses de verbas e que por isso mesmo a Prefeitura não pode alegar que não há recursos para reajuste do pessoal.

Disse ainda que  que as contas às quais as lideranças dos servidores tiveram acesso apontam para a possibilidade de um reajuste de 6,29%, correspondente à inflação do período de 2016-2017.

Sidney afirma que pelo nível de insatisfação do pessoal com o prefeito de Maceió, a greve deve atingir todas as repartições públicas do município.

 

Deixe o seu comentário