21 de setembro de 2015 • 4:22 pm

Política

Rui quer aumentar dívida da Prefeitura em mais 63 milhões de dólares

Vereador diz que empréstimo é para atender as necessidades da “politicagem eleitoral”

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A semana que passou fechou com o movimento dos prefeitos anunciando a quebradeira das Prefeituras em movimento que os prefeitos disseram ter sido “um sucesso”. A semana que se incia abre com uma decisão do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB) de tomar emprestado 63,5 milhões de dólares do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A lei nº 6.473, que autoriza o prefeito a endividar ainda mais “a prefeitura em crise”, foi publicada nesta segunda-feira, 21, no Diário Oficial do Município.

A justificativa é de que a verba seria para promover “a requalificação urbanística da orla de Maceió”.

Alerta – A publicação da lei chamou a atenção do vereador Silvânio Barbosa (PSB), que alertou para o fato de está em curso um processo de “politicagem eleitoral”. Segundo o vereador, esse empréstimo poderia ter sido tomado no inicio da gestão e nunca às vespera das eleições municipais, quando o prefeito é Rui é candidato a reeleição.

Disse Barbosa que o prefeito de Maceió está em crise desde assumiu “e por isso a alta rejeição dele nas pesquisas de opinião pública realizadas até agora”.

Para o vereador, como a administração municipal ainda não “disse a que veio, ele agora tenta com esse empréstimo beneficiar alguns currais eleitorais em Maceió”.

Para o vereador é paradoxal que a Prefeitura esteja quebrada e o prefeito queira tomar um empréstimo de U$ 63,5 milhões. Essa é uma questão que, na opinião dele, deveria ser investigada pelo ministério público.

 

 

 

 

Deixe o seu comentário