29 de Abril de 2015 • 7:00 am

Cotidiano

Sebrae fortalece atuação do desenvolvimento local com a lei geral em Alagoas

Hoje de 145 mil empreendimentos criados no Estado, 135 mil são de pequenas e microempresas. Só este ano 27.500 empreendedores locais foram formalizados em Maceió

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Marcos Vieira: superintende

Marcos Vieira: superintendente

Com o apoio do Sebrae,  Alagoas foi o primeiro Estado do País a implantar a Lei geral da micro e pequena empresa  editada em 2006.  A lei desburocratizou o processo de constituição de novos empreendimentos e fortaleceu a atuação do agente de desenvolvimento local ao estimular à formalização do Microempreendedor Individual. Hoje de 145 mil empreendimentos criados no Estado 135 mil são de pequenas e microempresas.

Segundo o Superintendente Regional do Sebrae, Marcos Vieira, com base na lei o Estado é recordista no País na abertura de empresas. Ele justifica que a integração de órgãos governamentais e instituições de fomento criaram para Alagoas um melhor ambiente para negócios. “Aqui  tudo anda mais rápido por que o empreendedor fala direto com os gestores e resolve a burocracia rapidamente, ao contrário dos grandes centros  onde o acesso é muito difícil”, destacou Vieira.

De acordo com ele, o País criou só este ano  16 milhões de empresas e desse total  14 milhões são micro e pequenas empresas. Em Maceió foram criados 67 mil empreendimentos, mas 62 mil são de pequenos e micros e mais 27.500 microempresas individuais.

A lei facilitou

A lei facilitou

O Sebrae/AL  atua em diversas frentes para garantir a sobrevivência do negócio em meio a uma conjuntura econômica de dificuldade como a atual. Desta maneira desenvolve capacitação para os empreendedores e estimula os arranjos produtivos. No último ano, com o apoio do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) a instituição distribuiu 1.200 máquinas de costuras com empreendedores individuais no interior de Alagoas e, após a capacitação desenvolvida com todos eles, muitos já estão atuando junto às empresas do setor têxtil, como a fábrica da Pedra, em Delmiro Gouveia.

 

Deixe o seu comentário