17 de julho de 2015 • 10:49 am

Cotidiano

Sefaz fechada: prejuízo no caixa e muito barulho dos servidores na porta

Protesto dos servidores é contra a falta de diálogo com o governador Renan Filho

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Em plena sexta-feira, 17 de julho, as portas da Secretaria da Fazenda Estadual fechadas é sinônimo de prejuízo no caixa. O governo Renan Filho (PMDB) tem que conviver com esse imprevisto estabelecido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o comando geral dos servidores públicos, que cobram uma negociação salarial em termos  mais aceitáveis.

Fazendo o bloqueio na entrada do prédio da Sefaz os servidores pretendem manter fechada a secretaria até o fim da tarde . O governo ofereceu um reajuste de 5% dividido em três vezes, o que foi considerado insignificante pelos servidores, estabelecendo-se desta forma o impasse nas negociações.

Prédio fechado por 24 horas

Prédio fechado por 24 horas

As lideranças dos servidores querem um reajuste de 6,41%. Exercer o poder de pressão para sensibilizar o governador Renan Filho é a arma principal das entidades sindicais envolvidas na negociação, segundo disse o diretor da CUT, Izaac Jackson.

Os servidores, disse ele, estão protestando contra a falta de diálogo nestes setes meses da gestão do governo do PMDB. Os dirigentes sindicais avaliam que até então, o governo vive a patinar na gestão estadual sem apresentar resultados concretos a sociedade e muito aos servidores, responsáveis pelo impulsionamento da máquina administrativa.

 

Deixe o seu comentário