30 de Janeiro de 2017 • 9:28 am

Segurança

Segurança em alerta no Estado com ameaças de facções criminosas

Uma viatura da Força Nacional incendiada e ameaças no Jacintinho são sinais emitidos pelas organizações criminosas

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O governo do Estado, via inteligência da Secretaria de Segurança Pública, identificou uma série de ameaças contra ordem pública na capital, partindo de dentro dos presídios. As ameaças são de queima de ônibus, de agências bancárias, entre outros estabelecimentos.

Essa situação, verificada em áudios, levou o governador Renan Filho a discutir estratégias de combate a criminalidade, junto a sua equipe de segurança para se antecipar aos fatos e punir os responsáveis.

Ontem, dia 29, em Joaquim Gomes, uma viatura da Força Nacional foi incendiada e por pouco fogo não atinge o prédio da delegacia e casas vizinhas.

Na manhã deste dia 30 surge a informação de que facções criminosas pretendiam incendiar uma casa lotérica no Jacintinho e ataque foi frustrado por uma equipe da Rádiopatrulha.

O governador  Renan Filho diz que o Estado está vivo e vigilante nesse aspecto e por isso mesmo não permitirá que facções criminosas dominem as ruas e ameacem a segurança da população alagoana.

É fundamental que a ação policial seja eficiente para que a sensação de insegurança não volte a incomodar a população. Mas é também fundamental que os agentes da lei atuem no policiamento ostensivo com respeito aos cidadãos.

Muitas vezes, o espetáculo que policiais patrocinam aos domingos à tarde na rua fechada da Ponta Verde contra menores, pobres e negros chega a ser deprimente. A ação vai carregada de ira e preconceitos. Enquanto isso, brancos e ricos portando seus “papelotes” não são incomodados.

 

 

Deixe o seu comentário