24 de abril de 2015 • 8:01 am

Política

Sem acordo, deputados não dão a mínima para 17ª Vara da capital

Na hora do jogo duro, o deputado e presidente do CRB apoia os vetos do governo para a 17ª Vara Criminal de Maceió.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

 

Barbosa  apoia vetos da 17ª Vara

Barbosa apoia vetos da 17ª Vara

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa se reuniu nesta quinta feira (23) e não deu a mínima para os vetos do governador Renan Filho (PMDB) ao projeto da 17ª Vara Criminal de Maceió. Vários outros vetos foram analisados e aprovados como o governo queria. Mas, na hora em que a matéria mais polêmica entrou em pauta um dos integrantes da CCJ pediu vistas.

O fato novo na Comissão foi o deputado Marcos Barbosa (PPS) assumir publicamente que é a favor do texto original do projeto. E deixou claro que votará pela manutenção do veto, considerando que “a sociedade clama pelo combate eficaz ao crime organizado em Alagoas”.

Barbosa, enquanto homem de bancada de governo e presidente do Clube de Regatas Brasil, com  mais de R$ 800 mil reais a receber de subvenções dos cofres do Estado, segundo disse um parlamentar amigo dele, sabe bem o que está fazendo nessa história, principalmente por que ao longo da vida política do deputado desportista, sabe-se que ele “nunca remou contra a maré”.

Contrário a 17ª Vara com os vetos apresentados pelo governador, o deputado Antonio Albuquerque tem defendido um encontro de lideres dos três poderes para uma discussão mais acurada sobre a matéria. Quando o texto original surgiu para a apreciação dos deputados se propondo ao combate sem tréguas ao crime organizado, os deputados emendaram em plenário limitando as investigações contra agentes públicos, por que alguns parlamentares já haviam sofrido na pele as ações dessa Vara. As emendas dos deputados foram vetadas pelo governador.

Agora, enquanto não houver entendimento, os vetos vão continuar emperrando os trabalhos na Casa de Tavares Bastos, como dizem todos os parlamentares contrários aos vetos.

Deixe o seu comentário