14 de junho de 2016 • 8:05 am

Maceió

Sem projeto, Rui devolve R$ 2 milhões da praça da juventude, diz Paulão

A praça seria uma ferramenta de insercão social de jovens e de valorização dos idosos, disse o deputado

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O deputado federal Paulão (PT) disse está convencido de que não foram apenas os R$ 16 milhões do Mercado da Produção que a Prefeitura de Maceió devolveu ao governo federal por falta de projeto. Ele argumentou que colocou à disposição do prefeito Rui Palmeira quase R$ 2 milhões para a construção da praça da Juventude no Benedito Bentes e o dinheiro também voltou.

Perspectiva da praça da juventude

Perspectiva da praça da juventude

Segundo o deputado, o dinheiro chegou na Caixa Econômica e ficou à espera que o prefeito de Maceió desenvolvesse o projeto em área do Benedito Bentes, mas esse projeto do município nunca apareceu e os

A praça de outro ângulo.

A praça de outro ângulo.

recursos foram devolvidos ao Ministério dos Esportes.

Para Paulão, isso só reflete “a incompetência, irresponsabilidade e a mesquinharia do prefeito de Maceió que poderia ter agido para dosponibilizar uma importante ferramenta da cultura da paz em um bairro vulnerável como é todo o Complexo do Benedito”.

A praça – Praça da Juventude é um projeto destinado a comunidades situadas em espaços urbanos com reduzido ou nenhum acesso a equipamentos públicos de esporte e lazer que alia saúde, bem-estar e qualidade de vida a atividades sócio-educativas diversificadas. O espaço é dotado de quadras esportivas, campos de futebol, espaços para atividades culturais, como anfiteatro, academia, entre outros que promovem a inserção social dos jovens e valorizam a qualidade de vida dos idosos.

Paulão: cadê a praça?

Paulão: cadê a praça?

-O lamentável é que ele esqueceu de trabalhar com o dinheiro em caixa, liberado pelo governo da presidente Dilma, nas áreas mais necessitadas, para ficar pintando as calçadas da orla marítima. Omitir-se nas áreas onde o povo mais precisa representa descaso e abandono total da gestão para com o povo menos favorecido de Maceió. – Destacou.

Enquanto isso, observou, jovens da parte alta de Maceió que poderiam estar inseridos em projetos sociais na Praça da Juventude hoje estão perambulando pelas ruas do Benedito Bentes e bairros do entorno, completamente vulneráveis ao assédio do tráfico de drogas.

1 Comentário

  1. Bruno Gama disse:

    Bando de covarde mentiroso! A praça está em execução e já até houve medição (R$ 140 mil). Coisa feia!!!

Deixe o seu comentário