8 de julho de 2016 • 10:04 am

Maceió

Sem receita de pardais, Rui estimula indústria da multa com os agentes

Prefeitura distribui placas de é proibido estacionar nas ruas da cidade e motiva agentes para as multas

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Sem a efetiva operação dos pardais na cidade, fonte de arrecadação de multas de trânsito para financiar campanhas eleitorais, como denunciou o programa Fantástico da TV Globo, o prefeito Rui Palmeira (PSDB) colocou nas ruas várias equipes de agentes de trânsito para multar veículos a qualquer custo.

Na rua Clementino Dumonte, no Farol, bem em frente a Associação dos Deficientes Físicos, a Adefal, foram colocadas placas de proibido estacionar dos dois lados. As vans que chegam com portadores de deficiência do interior são praticamente proíbidas de parar na entidade para o desembarque do pessoal. A acessibilidade dos mesmos fica prejudicada.

Para multar, a ordem é parar em qualquer lugar.

Para multar, a ordem é parar em qualquer lugar.

Os agentes andam em grupo anotando e fotografando placas de automóveis pelos celulares. Esses agentes foram batizados pelo gabinete de Rui Palmeira como “a brigada Coração de Pedra”, numa alusão ao fato de que eles não devem aceitar qualquer argumento, apenas multar.

O relato acima foi feito ao vereador Silvânio Barbosa (PMDB) por funcionários da SMTT e motoristas multados na Clementino do Dumonte.

No bar – Ainda no Farol, na Travessa Almirante Barroso, por trás do Cepa, onde há mais de 40 anos funciona o tradicional Bar do Lula, a SMTT colocou placas de é proíbido estacionar nos dois sentidos. Resultado, o proprietário do estabelecimento, Luiz Ramos,  está prestes a fechar sua casa por que os guardas não dão trégua aos clientes. A agressividade é tanta que os próprios agentes param a viatura irregularmente do lado da calçada do Cepa, exatamente embaixo de uma placa de sinalização pela motivação que têm para multar.

Esta situação foi narrada ao vereador da bancada do prefeito José Márcio, que mantém livre trânsito na SMTT e no próprio gabinete do prefeito Rui Palmeira.

A SMTT, enquanto máquina de fazer dinheiro tem uma missão a cumprir neste ano eleitoral. A orientação, portanto, é arrecadar.

 

Deixe o seu comentário


Publicidade