3 de maio de 2017 • 11:08 am

Política

Senado aprova projeto de união homoafetiva e evangélicos reagem

Bancada evangélica diz que barrar projeto na Câmara

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado, aprovou nesta quarta-feira, 3, o  projeto de lei que reconhece a união estável entre pessoas do mesmo sexo.

União homoafetiva

O texto é da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e já havia sido aprovado em março em caráter terminativo pela comissão. Precisou passar por turno suplementar por se tratar de matéria substitutiva. A proposta agora será enviado para a Câmara. Mas, lá, a bancada evangélica já disse que vai barrar o projeto

O senador Magno Malta (PR-ES) apresentará recurso ao Senado para manter a pauta na casa. Quer que o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), coloque a pauta em votação no plenário.

“Esse é um país majoritariamente cristão. Tenho certeza de que, no plenário, essa matéria será jogada no lixo, que é o lugar dela”, reagiu Malta em sua cruzada homofóbica.

O pedido de ir para o plenário foi apoiado por outros senadores, como Eduardo Lopes (PRB-RJ) e Eduardo Amorim (PSDB-SE).

Deixe o seu comentário