24 de agosto de 2015 • 8:12 am

Brasil

Sérgio Moro já aplicou 337 anos de prisão para codenados na Lava Jato

Até agora, de um total 143 investigados apenas 23% foram condenados pelo juiz.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

 

Sérgio Moro: apenas 23% condenados.

Sérgio Moro: apenas 23% condenados.

Considerado o maior esquema de corrupção do País, o caso Petrolão, que gerou a Operação Lava Jato, segue fazendo estragos no cenário empresarial e politico brasileiro.

As penas aplicadas até então pelo juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, já somam 337 anos e 5 meses de prisão para 33 réus condenados.

O número de condenações ainda tende a crescer com as investigações em curso, principalmente com o envolvimentos de políticos renomados e os prepostos deles que também estão sendo investigados.

A lista de condenações crescerá com o desfecho de outros casos. Desde quando a Lava Jato foi deflagrada, em março do ano passado, Moro condenou apenas um quinto dos acusados de envolvimento no esquema de corrupção instalado há anos na Petrobras.

Até a última sexta-feira, o juiz já havia acatado denúncias do Ministério Público Federal (MPF) contra 143 pessoas por crimes como corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e envolvimento em organização criminosa.

Dessas, 33 (23% do total) já receberam sentenças em primeira instância. Ainda cabem recursos em tribunais regionais federais (TRFs), no Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou mesmo Supremo Tribunal Federal (STF).

Deixe o seu comentário