17 de fevereiro de 2016 • 10:54 am

Maceió

Silvânio acusa Rui Palmeira de fechar a única maternidade do Benedito Bentes

Vereador diz que prefeito passou a campanha inteira prometendo uma nova maternidade para Maceió e agora faz novas promessas.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

No final da gestão, em pleno ano eleitoral, o prefeito Rui Palmeira (PSDB)  fez propagar que a prioridade dele neste 2016 é o saneamento básico do Benedito Bentes. A população, no entanto, segundo o vereador Silvânio Barbosa (PSB) estaria feliz se ele tivesse priorizado a saúde na região, “mas até a maternidade Denilma Bulhões ele fechou”.

Maternidade fechou em fevereiro de 2015

Maternidade fechou em fevereiro de 2015

O prefeito, disse o vereador do bairro, vive rigorosamente de fazer promessas. “Todos lembram que ele prometeu na campanha eleitoral passada uma nova maternidade para Maceió e além de não cumprir o que disse ainda fecha a única que atendia a população do Benedito Bentes”, destacou.

Prefeitura deixou população desassistida.

Prefeitura deixou população desassistida.

 

 

 

 

Barbosa declarou que o prefeito endividou a Prefeirura com um empréstimo dolarizado de mais de R$ 500 milhões e agora chega na hora da campanha e quer gastar o dinheiro fazendo novas promessas. “Está na hora das instituições fiscalizadoras acompanharem essa história, por que isso remete a abuso de poder econômico e político”, disse.

 

O fechamento da maternidade Denilma Bulhões, ainda de acordo com o vereador, representou um prejuízo incalculável a saúde das parturientes do Benedito Bentes, uma vez que ficaram desassistidas. “Se alguém sair perguntando se  a população do Biu quer o saneamenro básico todo mundo vai dizer que sim, por que ninguém é doido, mas essa obra vai ficar para uma futura gestão, por que o prefeito Rui Palmeira viveu de promessas até agora, principalmente na parte alta da cidade”, reforçou.

Silvânio: destruiu foi tudo, até a maternidade.

Silvânio: até a maternidade foi destruída.

Silvânio acrescenta que a população não esquece o fechamento da maternidade por que sente na pele o drama das gestantes e parturientes dessasistidas em função da incompetência do governo Rui para administrar Maceió. A casa maternal do bairro fechou em fevereiro de 2015 e a promessa do prefeito foi de que voltaria a reabrir logo no mês seguinte, em março, mas permanece fechada até hoje.

 “O Benedito Bentes duplicou seu tamanho e tem hoje 220 mil habitantes, agora, no desespero, o prefeito vem com novas promessas de campanhas para enganar a todos mais uma vez. A ruindade é tamanha que gora não cola mais”, concluiu Silvânio.

1 Comentário

  1. O seu amigo Cícero Almeida prometeu construir o Salgadinho e realizar a licitação dos ônibus,mas não fez.Passou 08(oito)anos só asfaltando.

    Adriel Batista Correia de Melo

Deixe o seu comentário