8 de agosto de 2017 • 8:10 pm

Política

SSP vai intensificar policiamento no DILC e Benedito Bentes

Fiea solicita mais segurança para trabalhadores da indústria que são vítimas de criminosos na saída das empresas

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Empresários se reuniram com o sec. Lima Júnior, para discutir policiamento ostensivo. Foto: Ascom/Fiea

Em reunião na sede da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), nesta terça-feira, 8, o secretário de Segurança Pública, Paulo Domingos Lima Júnior, assegurou a intensificação do patrulhamento ostensivo, na área do Distrito Industrial Luiz Cavalcante (Dilc), e na avenida Cachoeira do Meirim, principal via de acesso ao bairro Benedito Bentes.

Nessas áreas, além do grande número de trabalhadores da indústria, circula a população beneficiada por duas unidades do Serviço Social da Indústria (Sesi/AL), que vinham reclamando da falta de segurança para transitarem, especialmente nos horários da manhã e início da noite.

No Dilc, os trabalhadores das empresas ali situadas reclamam da ação de marginais, que atacam nas paradas de ônibus, ou durante o trajeto daqueles que utilizam bicicleta como meio de transporte. A mesma reclamação foi feita por estudantes e funcionários da Escola Sesi/Senai, situada na Avenida Cachoeira do Meirim.

Diante do clima de insegurança, o presidente da Fiea, José Carlos Lyra de Andrade, se reuniu com o secretário Lima Júnior, a quem solicitou o policiamento ostensivo, capaz de impedir a ação dos criminosos. “Há um contingente muito grande de trabalhadores, de estudantes e pessoas da comunidade, que se sentem inseguras. Por isso, pedimos a ação da segurança pública”, disse José Carlos Lyra.

O secretário Lima Júnior reconheceu que as áreas citadas realmente precisam de reforço no policiamento, e garantiu que vai definir um trabalho intenso, utilizando a Força Tarefa para o patrulhamento no Dilc e na avenida. “Estamos atentos, e informações como essa são importantes para o nosso planejamento”, disse o secretário.

Deixe o seu comentário