2 de julho de 2016 • 9:54 am

Brasil » Política

Temer e aliados encontram forma de garantir Eduardo Cunha no mandato

O pedido de vistas coletivo está amparado no regimento interno da Câmara. É vale tudo para que Cunha não faça delação.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Enfim, o presidente interino Michel Temer e seus aliados encontraram uma forma de ir preservando o mandato do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Eduardo Cunha tem ameaçado fazer delação premiada enquanto réu no STF.

Cunha: ganhando na moleza.

Cunha: com apoio de Temer

Temer orientou os deputados da base a empurrarem com a barriga o processo de cassação de Cunha, já aprovado no Conselho de Ética. A estratégia adotada será o pedido de  vistas coletivas, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), ao relatório a ser apresentado na próxima quarta-feira (6) pelo deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF) sobre o pedido de anulação de todo o processo.

Pesa contra Cunha o fato de que ele é réu em duas ações penaiscorrelatas na Operação Lava Jato, no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF), uma delas referente ao objeto da denúncia no Conselho contas secretas na Suíça.

O pedido de vistas obrigará o presidente da CCJ, Osmar Serraglio (PMDB-PR), a conceder pelo menos mais uma semana de prazo para as manifestações de outros membros da comissão sobre o mesmo assunto. O fim dos novos prazos coincidirá com o início do recesso, previsto para a segunda semana de julho.  Os aliados de Cunha alegam na CCJ que o Conselho de Ética limitou o direito de defesa do parlamentar e tomou a decisão de cassá-lo sem analisar adequadamente os argumentos da defesa.

O pedido de vistas coletivo está previsto no Regimento Interno da Câmara e poderia ser negado, mas as manobras contam com a simpatia de Serraglio, amigo de Cunha. O relator Ronaldo Fonseca também é aliado do presidente afastado e deve acatar o argumento de que o colegiado não permitiu a ampla defesa do peemedebista durante o julgamento. Além disso, todos receberam o sinal verde de Temer para salvar Cunha a qualquer preço.

 

Deixe o seu comentário