13 de outubro de 2016 • 10:44 am

Brasil

Temer, Gilmar e FHC almoçam no Palácio do Jaburu: amenidades ou trama?

No almoço, FHC teria elogiado a aprovação em primeiro turno da PEC do teto dos gastos

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

 

O presidente Michel Temer convidou para um almoço no Palácio do Jaburu, na quarta-feira (12), o ex-presidente e presidente de honra do PSDB Fernando Henrique Cardoso, o ministro Geddel Vieira Lima e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes.jaburu-qg

De acordo com Geddel, a reunião foi um “encontro de amigos”, no qual se falou de amenidades. “Não foi um encontro administrativo”, afirmou o responsável pela relação entre Planalto e Congresso.

Vale lembrar que está em julgamento no TSE a cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer, que responde por abuso de poder político e econômico na eleição à presidência em 2014. A ação é movida pelo PSDB.

“Foi uma conversa de velhos amigos. Foi uma conversa geral, uma avaliação de momento. O pessoal está otimista com o bom resultado da eleição, da aprovação da PEC [que limita gastos públicos] para refazer a situação muito difícil do país”, afirmou Gilmar Mendes.

No almoço, FHC teria elogiado a aprovação em primeiro turno da PEC do teto dos gastos na Câmara dos Deputados e disse que o mercado financeiro reagiu bem à proposta.

A PEC foi aprovada na madrugada de terça-feira (11), em primeiro turno, por 366 votos contra 111, na Câmara de Deputados. Dos 51 deputados tucanos, 47 estavam presentes à sessão e todos votaram a favor da PEC.

Deixe o seu comentário