29 de junho de 2016 • 8:10 am

Justiça » Política

Judiciário alagoano emite nota sobre afastamento do presidente do TJ

Vice-presidente diz que ainda não foi comunicado oficialmente da decisão do Conselho Nacional de Justiça

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Des. João Luiz pode assumir a presidência do TJAL. Foto: Caio Loureiro - Ascom/TJAL

Desembargador João Luiz deve assumir interinamente a presidência do TJAL. Foto: Caio Loureiro – Ascom/TJAL

O Tribunal de Justiça de Alagoas emitiu nota oficial sobre o afastamento do desembargador Washington Luis Damasceno da presidência daquele poder. Washington foi afastado ontem, em decisão do Supremo Tribunal Federal (por 11 votos a 3), a pedido do Conselho Nacional de Justiça.

O desembargador responde a dois processos no CNJ, por indícios de comportamento inadequado, um deles, referente à Operação Gabiru, da Polícia Federal, que em maio de 2005 prendeu vários gestores alagoanos por envolvimento em desvio de merenda escolar.

(http://eassim.net/stf-afasta-washington-luiz-da-presidencia-do-tribunal-de-justica/)

A nota no TJ-AL vem assinada pelo vice presidente João Luiz de Azevedo Lessa, que deve assumir a presidência interinamente.

Confira a Nota Oficial

O Vice-Presidente do TJ/AL, desembargador João Luiz Azevedo Lessa, informa que ainda não foi comunicado oficialmente da decisão do egrégio Conselho Nacional de Justiça referente ao afastamento do desembargador Presidente, Washington Luiz Damasceno Freitas, ao tempo em que esclarece que adotará as providências necessárias quando da correspondente intimação.⁠⁠⁠⁠

De acordo com a assessoria do TJ, o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas não vai se pronunciar sobre o assunto no momento.

 

Deixe o seu comentário