5 de abril de 2017 • 11:13 am

Personalidades

Toroca: o visionário do voleibol que conquistou a CBV por méritos

Walter Pitombo Laranjeiras foi aclamado presidente para o mandato de 2017 a 2020

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Enquanto Michel Temer desanda de vez na Presidência do País, um alagoano presidente se consagra como um líder nato no desporto nacional.

Toroca: presidente da CBV.

Trata-se de Walter Pitombo Laranjeiras, o Toroca, que aos 82 anos é reeleito para a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) para o período de mandato de  2017 a 2020.

O nome Toroca foi aclamado por todos representantes das federações de volei do País, ainda no ano passado, mas referendado em Assembleia Geral da CBV, realizada no final de março na Barra de São Miguel. Além do alagoano, as 27 federações também reconduziram ao cargo o vice presidente da Confederação, Neuri Barbieri, que é presidente da Federação Paranaense de Voleibol.

Durante a assembleia na Barra, Walter Pitombo Larajeiras garantiu a inclusão dos representantes dos atletas de voleibol de quadra e de praia como membros votantes da CBV, destacando que “estamos sempre abertos à participação de todos em prol do desenvolvimento do voleibol brasileiro e, portanto, nada melhor do que trazermos para dentro aqueles que fazem o esporte no seu dia a dia”.

Como principal mandatário do voleibol nacional, o alagoano Toroca tem sido uma referência na gestão da CBV pela forma de conduzir a entidade, em clima de harmonia, serenidade e longe das confusões verificadas em outras entidades esportivas do País. A conquista da entidade se deu exatamente pela capacidade dele de articulador e de ser um visionário do esporte

 

Deixe o seu comentário