22 de agosto de 2016 • 11:08 am

Política

Família atropelada na BR 104 tem alta hospitalar. Uma criança morreu

O acidente aconteceu na BR 104, a um quilômetro do Aeroporto e deixou uma criaça morta e quatro pessoas feridas

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Foto Riolargoweb.com

Foto Riolargoweb.com

As quatro pessoas de uma mesma família, atropeladas no último sábado, na BR 104, no município de Rio Largo, tiveram alta hospitalar nesta segunda-feira família (22), segundo informou a assesoria do Hospital Geral do Estado.

Uma criança de quatro anos morreu em decorrência do acidente, que será investigado pela Delegacia de Acidentes Delitos de Trânsito da Polícia Civil (PC).

O caso

Uma família inteira – pai, mãe, um casal de filhos e uma tia das crianças – foi atropelada, na tarde do sábado (20), no quilômetro 90 da BR 104, em Rio Largo. Eles foram socorridos por equipes do SAMU e Corpo de Bombeiros e levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas uma das crianças, um menino de quatro anos de idade, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Os demais sofreram lesões graves foram submetidos a exames e procedimentos e já receberam alta. São eles David dos Santos Silva  (28), pai das crianças; a mãe Adrilange Melo da Silva (32); Maria Adriangela (35), tia das crianças e uma menina de 6 anos.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor, de 36 anos, se apresentou logo após o acidente, na Delegacia de Polícia Civil de Rio Largo, comunicou a ocorrência e foi submetido ao teste de etilômetro. Não foi detectado sinal de ingestão de álcool no organismo.

O motivo do acidente será investigado. Há suspeitas de que houve falha mecânica na suspensão dianteira do veículo, um automóvel Gol, da Volkswagem, com placa de São Paulo.

Ainda segundo a PRF, a família se preparava para atravessar a pista quando foi atropelada. O acidente aconteceu nas imediações do residencial Antônio Lins, logo após o Aeroporto Zumbi dos Palmares, no sentido Maceió-Messias, em frente a um Posto de Combustível.

A  área é sinalizada e tem controle de velocidade por sistema eletrônico. Mas ainda assim, os acidentes são frequentes, porque não tem passarelas e muitas vezes as pessoas não caminham até a faixa de pedestres.

Deixe o seu comentário