11 de setembro de 2016 • 8:37 am

Esportes

Três minutos infelizes para o Galo, mas o time se mantém entre os quatro melhores

Derrota em casa para o Vila Nova não estava nos planos da torcida. Foi cruel.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
A torcida fez sua parte, mas o time...

A torcida fez sua parte, mas o time…

Quando todos esperavam mais uma bela vitória dentro de casa, deu-se o inesperado. O CRB perdeu de virada para o Vila Nova. Mas, para a felicidade do regtiano cofiante na classificação para a série A, o time não saiu do G-4.

O jogo deste sábado à noite, no Estádio Rei Pelé, começou truncado, chato, pegado, mas no primeiro chute que deu em direção ao gol – e que chute! – o galo marcou o gol. Um balaço do zagueiro Diego Jussani cobrando falta. Daí para a frente todos esperavam a amoliação do placar, mas o primeiro tempo terminou com o 1 a 0 para o galo.

 Veio segunda etapa e o CRB que não vinha fazendo uma boa partida, não conseguiu segurar a pressão que o Vila Nova fez no segundo tempo e tomou a virada. Em três minutos, o Tigre conseguiu marcar duas vezes, em chute de Moisés no canto, aos 30, e em finalização de Vandinho após falha de Juliano, aos 33.

Foi como se mergulhassem a torcida regatiana em um tonel de gelo. Os regatianos assistiram os goianos sairem do Trapichão com a vitória. Para a sorte do galo da praia nenhum de seus adversários diretos venceram na rodada. Isso ajudou o time a se manter no G-4.

Agora é pensar no próximo jogo também dentro de casa.

Deixe o seu comentário