11 de dezembro de 2015 • 7:33 am

Blogs » Marcelo Firmino

Tribunal de Contas: um parecer em nome do poder para os poderosos

No Brasil de hoje – e cada vez mais – quem está no poder quer aumentar sempre a sua fatia.

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Barbosa, Dantas e Medeiros: pelo parecer

Barbosa, Dantas e Medeiros: pelo parecer

A pose na foto é feliz. A atitude agrada em cheio aos interesses do governador, Renan Celheiros Filho (PMDB) e do primeiro-tio, Olavo Calheiros (PMDB), que conquista assim mais uma ferramenta para a indicação deste último à vaga de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas.

Em tese, o Tribunal de Contas do Estado é um equipamento de auxílio às ações fiscalizadoras do Poder Legislativo. Assim, o ato do novo parecer encomedado ao advogado Fábio Ferrário pelo deputado Marcos Barbosa (PPS), com o auxílio luxuoso do líder do governo, Ronaldo Medeiros (PT) e entregue na noite de ontem ao presidente da Assembleia, deputado Luiz Dantas (PMDB) surgiu como um recado direto, que poderia ser entendido da seguinte forma: – Olha aqui, manda quem pode e obedece quem tem juízo.

Mas, até que ponto esse novo parecer do Legislativo terá respaldo legal nessa pendenga que envolve a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas, após a aposentadoria do Conselheiro Luiz Eustáquio Toledo?

Há uma liminar que inviabiliza, a princípio, a indicação do deputado Olavo Calheiros, tio do governador, para o cargo. Mas, com base nesse novo parecer, quem sabe não surge agora uma outra ferramenta jurídica que diga o contrário.

A questão é uma só. No fundo, no Brasil de hoje – e cada vez mais – quem está no poder quer aumentar sempre a sua fatia. Seja conselheiro do Tribunal de Contas, deputado, governador, procurador de contas.

Enfim, o poder seduz e a foto divulgada pela assessoria de comunicação da Assembléia Legislativa diz isso muito bem.

É a foto da semana.

Deixe o seu comentário