7 de maio de 2017 • 7:13 pm

Esportes

Tricampeão: CRB confirma favoritismo e leva a taça do Alagoano 2017

Com placar de 3 x 2, Galo vence seu principal rival, o CSA, em jogo eletrizante no Estádio Rei Pelé, diante dos torcedores azulinos; Times agora se preparam para o Brasileirão das séries B e C

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O CRB conquistou neste domingo, 7, sua 30º taça do Campeonato Alagoano, ao vencer o CSA por 3 a 2 no Estádio Rei Pelé. Com muita competência o Galo Praiano desbancou, pelo segundo jogo seguido, o seu maior rival em um confronto eletrizante de cinco gols marcados. Enquanto Adalberto, Mailson e Neto Baiano garantiram o tricampeonato para o time alvirrubro, Celsinho e Daniel Costa descontaram para o time Marujo, que já contabiliza 9 anos sem vencer a competição estadual.

Sem dúvida foi o melhor jogo das equipes no ano. Depois de péssimos jogos no Clássicos das Multidões, o torcedor presenciou um duelo de muita vontade e técnica, digno de uma final.

O jogo – Precisando vencer por um gol de diferencia para levar a partida para a prorrogação, o CSA começou pressionando o rival. Mesmo com maior volume de jogo, os mandantes, que contavam com todo estádio ao seu favor, levaram o primeiro gol. Aos 10 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Adalberto subiu sozinho para abrir o placar.

A reação azulina não demorou muito. Da mesma forma que o CRB fez, o CSA empatou o jogo. Celsinho recebeu cruzamento e deixou tudo igual aos 16 minutos. Mas não deu tempo de comemorar, pois no minuto seguinte o Galo Praiano fez 2 a 1: Danilo Pires ajeitou a bola para Mailson – também de cabeça – marcar.

E a emoção não parava. Faltava o gol de um velho conhecido do torcedor azulino. O carrasco Neto Baiano, autor do título de 2016,  mais uma vez deixou sua marca. No minuto de número 32, ele recebeu dentro da área, dominou e girou para mandar de voleio para o fundo das redes.

Três minutos depois, o meia Daniel Costa, numa batida de falta perfeita fez o segundo gol azulino e deixou uma quem foi Rei Pelé com uma ponta de esperança para o segundo tempo. Nos últimos 45 minutos foi um jogo mais tático. Apesar de melhor postado, o CSA foi pouco objetivo e não conseguiu penetrar a defesa regatiana.

Brasileirão – Agora os dois maiores times de Alagoas devem começar a preparação para o campeonato brasileiro das séries B e C. Enquanto o campeão alagoano estreia na competição contra o Ceará na próxima sexta-feira, dia 12, às 19h15 no Rei Pelé, o time Marujo joga domingo, 14, contra o ASA em Arapiraca, às 16h.

Deixe o seu comentário