30 de março de 2017 • 12:25 am

Justiça

TRT abre inscrições para Semana Nacional de Conciliação Trabalhista

Qualquer empresa pode optar pela conciliação, independentemente do porte ou do número de processos existentes

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Ilustração – imagem pública

A oportunidade é para todos. Empresas com processos na Justiça do Trabalho, interessadas em fechar acordo com os trabalhadores já podem se inscrever para participar da 3ª edição da Semana Nacional de Conciliação Trabalhista, que este ano acontece de 22 a 26 de maio com o slogan “Para que esperar, se você pode conciliar?”

O prazo para inscrição varia de acordo com cada Tribunal Regional do Trabalho, mas para os processos que estão em tramitação no TST, o pedido de inscrição na semana vai até o fim de março.

O evento visa estimular a solução de conflitos entre patrões e empregados por meio do diálogo e da conciliação. A prática, além de ser considerada mais rápida, eficaz e menos onerosa na solução de processos, também ajuda a reduzir o número de processos que tramitam nos Tribunais e Varas do Trabalho.

Qualquer empresa pode optar pela conciliação, independentemente do porte ou do número de processos existentes. Para isso, basta procurar o Tribunal Regional do Trabalho no qual o processo tramita, os Núcleos de Conciliação da Justiça do Trabalho ou a vice-presidência do Tribunal Superior do Trabalho pelo e-mail: conciliacao-tst@tst.jus.br, caso o processo tramite no TST.

Mutirão

A Semana Nacional da Conciliação Trabalhista é um esforço concentrado para conciliar o maior número possível de processos em todos os tribunais do Trabalho do país. Para participar, as partes comunicam o Tribunal onde o processo tramita a intenção de conciliar, ou seja, a vontade de fazer um acordo. Desse modo, é marcada uma audiência e, no dia agendado, as próprias partes, perante o Juiz do Trabalho ou Desembargador, acordam a solução mais justa para ambas as partes.

Confira a  lista de endereços dos Núcleos de Conciliação dos TRTs.

Deixe o seu comentário