25 de Fevereiro de 2016 • 8:22 pm

Turismo

Turista estrangeiro deixa em Alagoas US$ 4,5 milhões só em janeiro

Em janeiro de 2016, Alagoas teve um acréscimo de 92% no número de turistas estrangeiros

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Apesar da crise econômica no País, Alagoas não pode reclamar tanto nesse momento. Pelo menos, quando a referência é o mês de janeiro. Foi nessse período que o Estado recebeu a maior quantidade de tuistas estrangeiros, os quais deixaram nesta terra 4,5 milhões de dólares, apenas neste mês, de acordo com dados da Secretaria de Turismo.

O turismo forte em Alagoas

O turismo forte em Alagoas

 

Em janeiro de 2016, Alagoas teve um acréscimo de 92% no número de turistas estrangeiros quando comparado ao mesmo período em 2015. Ainda nesta época, o fluxo dos visitantes oriundos da Argentina aumentou 138%. O destaque na emissão europeia é de Portugal, que alcançou um crescimento de 600%.

De acordo com a superintendente de Turismo da Sedetur, Natália Cordeiro, a equipe da secretaria aproveitou o momento favorável para trazer mais turistas para Alagoas. “Nós realizamos treinamento com agentes de viagem em Portugal, Chile e Argentina. Além disso, a criação do portal Turismo Alagoas, que já tem versão em espanhol, foi um ponto bastante favorável”, explica.

A maioria dos turistas estrangeiros que vêm para Alagoas é da Argentina. Eles representam 60% do total destes visitantes. Desta grande procura pelo Estado nordestino e da redução da alíquota do ICMS cobrado sobre o querosene de aviação, surgiu um voo semanal entre Buenos Aires e Maceió. A primeira viagem será no dia 26 de março, e ocorrerá sempre aos sábados.

O lançamento da rota ocorreu na última quarta-feira (24), na capital argentina, e reuniu 200 convidados, entre jornalistas e empresários. Em geral, as viagens duravam cerca de 10 horas, com conexões em São Paulo e Brasília. O novo voo fará o percurso em 5h50, garantindo mais conforto e agilidade.

Deixe o seu comentário