14 de Maio de 2015 • 11:00 am

CINEMA

Vingadores, franquias e remakes

Sou Thiago Sampaio, jornalista e amante do cinema. Inicio meus textos nesse blog em um momento emblemático para o atual momento da sétima arte.

Por: Thiago Sampaio
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Vingadores 2: Era de Ultron

Vingadores 2: Era de Ultron

Sou Thiago Sampaio, jornalista e amante do cinema. Inicio meus textos nesse blog em um momento emblemático para o atual momento da sétima arte. Nesse mês estreou ‘Vingadores: A Era de Ultron’, sequência de uma franquia bilionária da Marvel/Disney e que chegou a ocupar metade das salas dos cinemas de Maceió.

Enquanto que no filme os heróis lidam com a “era de Ultron”, o público e as salas de cinema confrontam uma era de sequências (nas salas tivemos ainda ‘Velozes e Furiosos 7’) ou remakes, caso esse do lançamento ‘Mad Max: Estrada de Fúria’, que falo em outra oportunidade. Brevemente (já adianto que positivamente).

Os mais conservadores diriam que essa fase é reflexo da falta de criatividade de Hollywood, mas eu não seria tão extremo. Aliás, digo que é até um momento interessantíssimo para os fãs da telona, afinal para cada ‘Super Velozes, Mega Furiosos’ (fujam dessa “paródia” sofrível!), temos boas pedidas, como ‘Noite Sem Fim’ ou o nacional ‘Entre Abelhas’ dentre aqueles que valem seu ingresso.

Hoje vivemos uma era do cinema que se adequou à web 2.0 e à qualidade das séries de TV. O público agora tem uma voz e opinião mais fortes: se ela não gosta de um filme, falará isso e será ouvido. Enquantoque seriados como ‘Breaking Bad’, ‘Game of Thrones’ e o catálogo original do Netflix constroem uma era de ouro da televisão que rivaliza com as telonas.

Isso tudo estimula uma maior qualidade dos filmes pipoca, os filmes de alto orçamento, e que possuem infindáveis sequências. É o caso de ‘Vingadores: A Era de Ultron’. Sim, é um filme de super-heróis, como o primeiro ‘Vingadores’ e os filmes solos de seus integrantes (Homem de Ferro, Capitão América, Thore Hulk). Mas já chegou o momento de findar um preconceito que exista em filmes assim, não é verdade?

É uma fase que os fãs estão adorando e todo o público deveria adotar. Sim, os grandes filmes de hoje fazem parte de uma franquia baseada nas revistas ou com ação desenfreada que desafiam a física. Temos muitas animações 3D e tudo isso parece ter como alvo apenas uma parcela. Mas além de ainda termos dramas gabaritados e filmes nacionais para agradar certos nichos, o cinema vive atualmente um bom momento com filmes grandiosos, divertidos e de muita qualidade. Tanto na direção, quanto em suas atuações e roteiros.

Tendo dito isso, sigam conosco nesse blog, onde vamos debater sobre os filmes em cartaz em Maceió, os próximos lançamentos do ano e as notícias do mundo do cinema. E que venha ‘Mad Max’!





    

1 Comentário

  1. Bárbara disse:

    Eu comecei a acompanhar os filmes da marvel já a partir de homem-aranha 2 e não acredito que em algum momento filmes desse gênero já foram considerados de má qualidade…
    Ótimo texto, by the way. ;*

Deixe o seu comentário