7 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Cotidiano

Alunos do Sesi compartilham experiência na robótica com universitários

Eles integram a equipe FTCamb, única de Alagoas que, em março, compete na etapa nacional do torneio de robótica First Tech Challenge (FTC), ainda uma novidade no Brasil.

Alunos da FTCamb durante apresentação na Unit – Assessoria

Compartilhar conhecimentos de forma a impactar positivamente na sociedade. A missão vem sendo muito bem cumprida pelos estudantes da Escola Sesi Cambona que integram a equipe FTCamb, a única de Alagoas que, em março, compete na etapa nacional do torneio de robótica First Tech Challenge (FTC), ainda uma novidade no Brasil.

Nessa quarta-feira, 19, os alunos Joyce Sapucaia, Ruan Pablo e Jhonata Augusto falaram sobre a competição e a preparação para o desafio a estudantes dos cursos de Engenharia Mecatrônica, Civil, de Produção e Ciências da Computação da Unit. Eles também foram recebidos no Cesmac, desta vez, com o time completo: os garotos Leonardo Palácio, Pedro Gabriel e o professor Victor Dantas se juntaram à equipe.

Os “embaixadores” da FTC ainda vão visitar outras instituições de ensino básico e superior em Maceió. “A importância de socializar esse conhecimento com vários segmentos é, realmente, levar a engenharia, a matemática, a ciência e a tecnologia para um público diverso”, destacou a aluna do 3º ano do ensino médio Joyce Sapucaia.

Nesta competição, os estudantes são desafiados a projetar, programar e construir robôs capazes de realizar tarefas. Para isso, eles precisam aprender a trabalhar com máquinas e circuitos – os mesmos equipamentos utilizados por grandes engenheiros. Os jovens serão desafiados a construírem réplicas de arranha-céus.

A diretora da Escola Sesi Cambona, Alessandra Damacena, destaca o diferencial deste torneio para o Sesi/AL. “A FTC lida, especificamente, com os alunos do ensino médio. Então, tem um ‘quê’ de mais maturidade, de um desenvolvimento ainda mais profundo de cada um dos projetos”, conta.

O professor André Oliveira, coordenador do projeto Portas Abertas da Unit, considerou positiva a troca de informações. “A gente pode ver que tem alunos na instituição que não tiveram a experiência que eles [alunos do Sesi] tiveram”, afirmou. Ele disse que a Unit estuda parcerias com o Sesi a fim de ampliar a troca de conhecimentos. O professor Bruno Bessa, coordenador dos cursos de Engenharia Mecatrônica, de Produção e Ciência da Computação, também acompanhou a visita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.