5 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Política

Ao lado de Bolsonaro, Weintraub anuncia saída do Ministério da Educação

Ex-ministro pode ser indicado pelo governo para cargo em Washington

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta quinta-feira (18) que deixará o cargo. Ele confirmou a saída em um vídeo ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

O governo pretende indicar Weintraub para o Banco Mundial, em Washington, onde o Brasil lidera um grupo de nove países e, sendo o maior acionista, tem a prerrogativa de indicar o diretor da área.

Weintraub assumiu o cargo em abril de 2019, após a saída de Ricardo Vélez Rodríguez, e permaneceu no posto por 14 meses. No período, acumulou desafetos e disputas públicas com diversos grupos sociais – entre eles, a comunidade judaica e a representação da China no Brasil.

Mais recentemente, em encontro com o presidente Bolsonaro e outras autoridades do Executivo federal, Weintraub defendeu a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), a quem chamou de “vagabundos”.

Ele é alvo no inquérito das fake news. O julgamento foi concluído na quarta (17) com o placar de 9 a 1 contra o ex-ministro.

Banco Mundial

A indicação de Abraham Weintraub para a diretoria-executiva do Banco Mundial depende da aceitação de outros oito países que são representados pelo Brasil. Do grupo fazem parte Colômbia, Equador, República Dominicana, Panamá, Haiti, Suriname, Trinidad e Tobago e Filipinas. Cabe ao Brasil indicar o diretor-executivo que lidera esses países.

A partir de agora, uma carta de indicação tem que ser enviada pelo ministro Paulo Guedes (Economia) para os oito países e, só após a aprovação do nome Weintraub, ele é oficializado no posto.

O cargo está vago desde a saída do economista Fábio Kanczuk, que voltou ao Brasil para ocupar a diretoria de Política Econômica do Banco Central, no ano passado. Enquanto isso, o grupo de países está sendo liderado por uma representante das Filipinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.