24 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Apresentador do SBT sugere “campo de concentração” para infectados com Coronavírus

Recado foi dado ao presidente Jair Bolsonaro; Marcão do Povo ainda afirmou que governadores deveriam ser presos

Após minimizar as consequências do coronavírus há algumas semanas, Marcão do Povo sugeriu ao vivo, no “Primeiro Impacto” do SBT, que um campo de concentração seja criado para tratar doentes do coronavírus.

“Não seria interessante pegar, por exemplo, o Exército, a Aeronáutica, a Marinha, montar um campo de concentração, de cuidados, com os equipamentos mais sofisticados, com os melhores profissionais, e colocar essas pessoas com problemas ou com sintomas?”. Marcão do Povo, apresentador.

Este foi um recado dele, direto ao presidente Jair Bolsonaro, ainda afirmando que governadores deveriam ser presos. Vale lembrar que o dono da emissora, Silvio Santos, é judeu.

Marcão foi suspenso nesta quarta-feira (08), em decisão tomada em reunião esta tarde na emissora. Na ausência do apresentador, o telejornal matinal será dividido entre Dudu Camargo e Márcia Dantas. Em nota assinada pela diretoria da emissora, o SBT pediu desculpas pelo comentário:

“Sinceramente lamentamos que o apresentador tenha usado nossa plataforma de modo que contraria tão profundamente os nossos princípios. A todos que de alguma forma possam ter se ofendido ou mesmo se indignado com as opiniões pessoais do apresentador, nossas mais sinceras desculpas”. Nota do SBT.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.