16 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade

Autor: Fátima Almeida

Jornalista, graduada pela Universidade Federal de Alagoas, foi presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, membro da Comissão de Ética da entidade e diretora da Federação Nacional dos Jornalista. Vinte e poucos anos de profissão, alguns prêmios, atuação multieditorial em diversos veículos, larga experiência em jornalismo político. Hoje, aprendiz de blogueira.
Carlos Avelino e Eulina: eu sempre quis escrever essa história de amor

Carlos Avelino e Eulina: eu sempre quis escrever essa história de amor

Artigo, Blog, Por Elas
Morreu Carlos Avelino; ‘Seu Carlos’, ‘Carlinho’, o “Carrinho”, como lhe chamava a doce e amada Eulina, companheira de união, que partiu na frente, para arrumar a casa – provavelmente uma casinha branca – para os dois morarem, lá no ceu, onde o tempo não conta; onde os anos não trazem as mazelas que enfraquecem e matam o corpo físico. ‘Carrinho’ foi amor único de Dona Eulina. Viveram juntos durante 77 anos de casamento (acho que um recorde), que ele costumava ampliar com os anos de namoro e noivado pra chegar perto dos 80. Ele era assim, exagerado em tudo.  E só se separaram porque, por aqui, a vida cumpre um ciclo: A gente nasce, cresce, reproduz-se e morre (esse é o ciclo biológico comum), mas nesse meio campo a gente erra, acerta, aprende, escolhe, ama, envelhece, e a eles foi dado o
Animados, comerciantes se preparam para voltar, mas Ufal alerta: ainda não é hora

Animados, comerciantes se preparam para voltar, mas Ufal alerta: ainda não é hora

Blog, Por Elas
Com 46.296 casos confirmados de convid-19, e 1.297 mortes até agora (dados divulgados no final da tarde de hoje), Alagoas vive a expectativa do novo decreto do Governo estadual, previsto para esta terça-feira (14). O último, permitiu a reabertura das lojas do comércio central de Maceió – até 400m² - a partir do último dia 3 e liberou o espaço das praias para atividades físicas solitárias, na capital alagoana, que avançou para a faixa laranja, no arco-íris de cores que pintam a classificação de risco afrouxamento gradativo do isolamento social. Os demais municípios permaneceram na faixa vermelha – de maior risco. Vivemos já há alguns dias a fase de interiorização da covid-19, com redução do número de casos na capital e aumento nas regiões interioranas. Mas a expectativa, principalment
Porta da Esperança: Quando a humanização supera o protocolo

Porta da Esperança: Quando a humanização supera o protocolo

Blog, Por Elas
Da convalescência de pacientes internados por covid-19, que desenvolvem o estágio grave da doença, umas das faces mais cruéis, além do sofrimento com as complicações físicas causadas pela ação do vírus no organismo, é a dor emocional causada pelo isolamento da família, num momento de mais fragilidade, na luta entre a vida e a morte. Devido ao alto grau de contágio, os pacientes não podem receber visitas. E não há nada mais doloroso do que não poder ver, acompanhar, conversar, dar apoio, passar esperança a um ente querido que tenta sobreviver num leito de hospital, a uma doença que já matou mais de 1.200 pessoas em Alagoas. Esta semana, familiares e pacientes de covid-19, em tratamento no Hospital de Campanha José Fernandes, em Arapiraca, tiveram uma grata surpresa. Uma parede de
O uso de máscaras não pode ser só um problema seu. Entendeu?

O uso de máscaras não pode ser só um problema seu. Entendeu?

Blog, Brasil, Por Elas
Infectado pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro passa bem. E daí? Todo mundo já sabe: ele apresentou “uma certa indisposição” no domingo, agravada “com cansaço e febre de 38 graus” na segunda-feira, testou positivo, tomou hidroxicloroquina e, de repente, num passe de mágica, passou! Rápido que nem Doril! No dia seguinte, já sabendo que estava infectado, lá estava ele, falando para jornalistas – sem máscara. “Só pra vocês verem a minha cara”. Rendeu-lhe uma notícia crime registrada nesta quinta-feira, no STF. A culpa é do PT, que fez a denúncia? Não! É de um chefe de nação que desde o início da pandemia tem se portado de maneira negligente e irresponsável, contra todos os cuidados e medidas necessárias para conter a disseminação do vírus que já matou mais de 60 mil pessoa
De volta ao convívio social. Comércio diz que está pronto; e a população, está?

De volta ao convívio social. Comércio diz que está pronto; e a população, está?

Alagoas, Blog, Por Elas
O clima é de arrumação e de expectativa, desde que o governador Renan Filho anunciou, na terça-feira (30), a reabertura parcial dos setores de comércio e serviços de Maceió, a partir da próxima sexta-feira (3). Um passo importante na retomada da economia que amarga o prejuízo acumulado em mais de 100 dias de portas fechadas, cumprindo o isolamento social necessário à contenção da fúria do coronavírus, que nesse período ceifou a vida de mais de mil alagoanos. Importante, mas ao mesmo tempo temeroso. Será que já é hora? Com a economia afundando, o desemprego aumentando em plena pandemia, empresas falindo (cerca de 300 lojas não resistiram, segundo lideranças do comércio lojista), o governo avaliou, ponderou, anunciou o Plano de Distanciamento Social Controlado, e flexibilizou. As lojas de
A vez da Justiça: Aos poucos a vida busca o ritmo do ‘novo normal’

A vez da Justiça: Aos poucos a vida busca o ritmo do ‘novo normal’

Blog, Por Elas
Passo a passo, Alagoas parece mesmo caminhar para o fim do isolamento social, embora os números da Covid-19 ainda indiquem que a doença está a todo vapor. O Governo já acenou, na sexta-feira, que deve avançar de faixa, rumo à liberação de atividades econômicas, nos próximos dias, abrindo as portas do isolamento social para uma nova fase, de distanciamento controlado, com regras que já foram desenhadas em protocolos sanitários e matriz de risco. Agora o Poder Judiciário também começa a se preparar para retornar ao ‘novo normal’, mas de forma gradual; por um caminho mais longo, num processo que começa a abrir frestas no isolamento, só a partir do dia 27 julho, mas que só atinge a sua  plenitude  no final de dezembro, em plena  consonância com o Conselho Nacional de Justiça, que através da
Tempero a preço de ouro: Fique atento às entrelinhas na nota de compras

Tempero a preço de ouro: Fique atento às entrelinhas na nota de compras

Alagoas, Blog, Cotidiano, Fátima Almeida
Você compraria um quilo de alho por R$ 100,00? E um quilo de pimenta do reino e cominho por R$ 175,00? Pois, fique de olho nos preços praticados em alguns supermercados alagoanos. Em ‘doses homeopáticas’, nas subdivisões das medidas padrão, principalmente de peso, pode estar embutido o que se chama de ‘preço de ouro’, em produtos básicos que você usa no cotidiano, e que provavelmente estiveram no seu último carrinho de feira e estarão no próximo também. Como jornalista, gosto de olhar as coisas nos mínimos detalhes. E como consumidora, mais ainda. Sou daquelas que ficam atentas ao registro do caixa, item, por item, principalmente com os produtos em promoção. E vou te contar: Tenho me livrado de prejuízos consideráveis, por divergências de preços entre a prateleira e o caixa. Com tan
Porque ainda não é tempo de afrouxar as regras em relação ao coronavírus

Porque ainda não é tempo de afrouxar as regras em relação ao coronavírus

Política
Tem razão, o corregedor-geral da Justiça de Alagoas, Fernando Tourinho, ao defender que o retorno das atividades presenciais no Judiciário, quando acontecer, ocorra de forma gradual. Ele participou de uma transmissão ao vivo, pelo instagram do curso de Direito do Cesmac, e foi taxativo: "Temos que ir aos poucos. Não adianta abrir o fórum e uma multidão aparecer lá". E defende um equilíbrio entre as atividades presenciais e o serviço remoto no período pós-pandemia. Até sugere que os casamentos, por exemplo, entre outras ações do Judiciário, poderiam continuar por mais algum tempo, acontecendo de forma remota, em videoconferência, com tem sido feito nesse período de recolhimento, para tentar conter os impulsos de aglomerações, quando o vírus ainda circula e ameaça. Enquanto presencialidade c
Estado publica protocolo sanitário com as regras que detalham fases de flexibilização

Estado publica protocolo sanitário com as regras que detalham fases de flexibilização

Expresso
Mesmo diante dos números de mortos e contaminados pelo coronavírus, que crescem a cada dia, o Governo de Alagoas acaba de publicar na edição eletrônica do Diário Oficial, a Portaria Conjunta Nº 001/2020 (assinada pelo Gabinete Civil e secretarias de Desenvolimento do Turismo - Sedetur; Fazenda - Sefaz e Saúde - Sesau), contendo o Protocolo Sanitário de Distanciamento Social Controlado, que possibilita a reabertura gradual do setor produtivo, mediante uma série de recomendações gerais que agregam às exigências sanitárias do Decreto Estadual nº 70.066 e seguintes, válidas para todos os setores econômicos. Entre as exigências estão: o uso obrigatório de máscaras para todos os prestadores de serviços, visitantes, usuários e clientes; disponibilização ininterrupta de álcool gel 7
Rios Mundaú e Paraíba atingem níveis de cheia em municípios alagoanos

Rios Mundaú e Paraíba atingem níveis de cheia em municípios alagoanos

Notícias
    O nível dos rios Mundaú e Paraíba tem subido bastante, nas últimas 24 horas, e já aponta incidência de cheia, com risco de inundação em alguns municípios alagoanos. De acordo com o boletim hidrológico da Sala de Alerta da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), transmitido em tempo real, o Rio Mundaú apresenta, no início da tarde deste domingo, situação vermelha (de alerta para cheia), nos municípios de Rio Largo e União dos Palmares. Os municípios alagoanos de Murici e Santana do Mundaú e de Palmeirinha, em Pernambuco, também localizados no vale do Mundaú, apresentam sinal amarelo de atenção, em relação à possibilidade de cheia. Em São José da Lage a situação é estável, sem alerta de cheia. Na maioria dos municípios que compõem a bacia hi