30 de março de 2020Informação, independência e credibilidade

Autor: Pequeno Polegar

De quarentena, Nildinha, Cega Dedé e Considerado entram no álcool contra o vírus

De quarentena, Nildinha, Cega Dedé e Considerado entram no álcool contra o vírus

Blog, Pequeno Polegar
Do alto dos seus 80 anos e lá vai fumaça, a Cega Dedé de PJ resolveu entrar de quarentena, mas na casa dos outros. Na verdade, foi convidada por Dona Nildinha, avó do Considerado, a ficarem juntas em Maceió nesse tempo difícil. Dedé mora sozinha em Paulo Jacinto e Nildinha ficou preocupada com ela. Quem, afinal, por lá, cuidaria da velhinha contra o coronavírus? Não pensou muito e mandou o neto ir buscá-la. Isso depois de passar quase 1 hora ao telefone para convencê-la a entrar no carro, assim que o neto chegasse. Foi tranquilo. Considerado chegou e Dedé já estava de malas arrumadas. Mas quis impor uma condição. –Olhe, meu filho, eu vou, mas quando chegar lá quero visitar a "fia" de Mazé Fontan, naquela Secretaria da Fazenda... –Quem dona Dedé? – A  fia de Mazé, você é mouco?
Considerado, dona Nildinha e a agonia de perder visita da Bahia no réveillon

Considerado, dona Nildinha e a agonia de perder visita da Bahia no réveillon

Alagoas, Blog, Pequeno Polegar
Réveillon é festa, farra, esperança, momento de extravasar tudo e em qualquer lugar do mundo. Dona Nildinha, a avó do Considerado, passou o dia 31 se preparando para a virada do ano. Estava com visita em casa. Uma baiana que lhe fora bem recomendada pelo amigo professor Brizola, famoso ativista cultural, lá de Juazeiro da Bahia. O nome dela: Márcia Angélica. Um dia fora rainha da festa de reis na cidade de Curaçá, alto sertão baiano. Noutro, ganhou o concurso de miss simpatia de Sobradinho. Logo cedo a avó mandou o neto dar todas às atenções a visitante, uma servidora pública, caxias, da terra de João Gilberto. Ele, claro, pediu a carteira da "voinha" para tirar o necessário e fazer umas visitinhas em alguns botecos maceioenses. Desta vez, evitou o Bar do Lula, Gabi e Grutinha
Considerado, a moto do Belleboi  e a turma do Gabi no Maria Antonieta: é confusão

Considerado, a moto do Belleboi e a turma do Gabi no Maria Antonieta: é confusão

Pequeno Polegar
Considerado amanheceu elétrico. Gentil, prestativo e puxando o saco da avó, dona Nildinha, por razões óbvias. Sexta-feira, fim de ano, e ele na ponta dos cascos para  participar da festa da turma do Bar do Gabiru, ou do Gabi, como foi apelidado. O esperto Considerado até a casa da velha varreu hoje para depois dar a facada na agitada professora aposentada, que o cria com todos os mimos. Ele mesmo disse a avó que a festa vai ser imperdível. - Por quê? Perguntou-lhe Nildinha. Disse-lhe que a maioria da turma vai descer "o morro do Aldebaran" (?) para se confraternizar no Maria Antonieta. A organização da festa saiu das mãos do promoter Davan Tonelada, para ficar nas mãos do Pastor, misto de patrocinador de igreja neopentecostal com grileiro de terras na zona norte. Nildinha q
Considerado chama a avó de comunista e falta à festa do pastor

Considerado chama a avó de comunista e falta à festa do pastor

Blog, Pequeno Polegar
Convidado para uma festa de arromba em uma fazenda do amigo Pastor, em Joaquim Gomes, Considerado desistiu por antecipação. Sentiu que a avó, dona Nildinha, anda meio chateada, após o rompimento do namoro com Zé Fumacê. Preferiu dar apoio moral a ela. Considerado é meio desajeitado, mas, ao mesmo tempo, zeloso com a sua provedora. Sabia que desistir da festa era um sacrifício, pois iriam todos os amigos. Entre 15 e 20. Por isso, contrataram um ônibus, que logo foi batizado de Transcorno. Houve lista de chamada. Coleguinha, presente; Caturité, presente; Bill Arapiraca, presente; Batoré, faltou; Branca de Neve, presente; Lula Manguito, faltou; Purê Azedo, faltou; Portuga, presente; Oio de Jeep, presente; Doguinho Pequinês, presente; Considerado, faltou; Pequeno Pônei, faltou; Magis
Vó de Considerado tem diarreia, depois que Bozo proíbe cocô

Vó de Considerado tem diarreia, depois que Bozo proíbe cocô

Blog, Pequeno Polegar
Dona Nildinha, a avó do nosso amigo Considerado, amanheceu num enjoo só. Pulou da cama e acordou o neto à base dos gritos. Queria ajuda para a dor de barriga que a incomodou à madrugada inteira. Diarreia braba. Considerado se pôs de pé em um pulo. -O que houve vó? Ela explicou que estava doente. Ele perguntou se foi algo que tenha comido e fez mal. Não teve resposta. Ficou a imaginar que teria sido isso. Tratou de fazer um chá de raspa de goiabeira para tentar sustar o "vazamento" anal. Nildinha tomou o chá, mas queria mesmo que lhe levasse a um médico. Só que descobriu que não havia pago a conta do Plano de Saúde e, portanto, ficou com receio de não ser atendida. Assim, optou mesmo por ficar nos remédios caseiros. -Mas, o que houve mesmo vó? -Você não sabe o que é dor d
Sem emprego e chifrado, Considerado é indicado para Embaixada

Sem emprego e chifrado, Considerado é indicado para Embaixada

Blog, Pequeno Polegar
A depressão, uma doença que tem se espalhado no mundo moderno, chegou ao nosso amigo Considerado. O cara anda numa tristeza de dar dó. Os amigos estão preocupados e não é para menos. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é um dos países com maior incidência da doença. A estimativa é que atualmente 10,8% dos brasileiros sofrem desse mal. Agora o Considerado engrossa a estatística. Sua alegria sumiu do mapa e deu lugar aos resmungados pelos cantos da casa de dona Nildinha, avó dele. Ela já tentou de tudo para fazer o neto voltar à normalidade, a vida sadia, a brincadeira com os amigos, cachaçadas dos botequins. Tudo em vão. Angustiada, Nildinha ligou para o Batoré, amigo de primeira hora do rapaz. Pediu ajuda. Disse-lhe que já não sabe mais o que fazer. Je
Zoião prepara o velório antes de ir com o Considerado ao aniversário do Pastor

Zoião prepara o velório antes de ir com o Considerado ao aniversário do Pastor

Política
No sábado, primeiro de junho, Considerado amanheceu cedo, todo animado para ir a uma festa de arromba. O aniversário do Pastor, no bar do Gabi, nos arredores do Aldebaran. Festa de "alto nível", como costuma dizer o Belleboi, especialista em degustar costeletas de suíno, quando as ganha da fazenda um amigo em Joaquim Gomes, cidade da região norte das Alagoas. Pastor um homem de sorte. Segundo o Coleguinha, renomado urologista da turma, a sorte é tanta que a vida lhe deu duas sogras generosas. Elas o têm como um genro de ouro. Ele, uma espécie de guri dedicado, faz por merecer. Então comemorar com os amigos é mais do que justo. Sair do centro da cidade para o "Aldeba" no trânsito do meio dia, ainda mais quando está sem carro, não é uma tarefa fácil. Considerado então resolveu ap
Considerado e Nildinha frustrados com casamento do Tonelada: o noivo desabou

Considerado e Nildinha frustrados com casamento do Tonelada: o noivo desabou

Blog, Pequeno Polegar
Considerado e a avó, dona Nildinha, amanheceram elétricos. Estavam animados com a possibilidade de uma grande festa com os amigos. Eles foram convidados para padrinho de um casamento. Na verdade, ele foi o convidado mas como não podia ir só combinou com o noivo que sua avó seria a madrinha. E alugaram as roupas. Ele se vestiu em um terno azulão e ela colou um vestido longo rosa choque para causar. Nildinha gosta mesmo de se fazer de estrela da festa. Estavam chamando o Uber para conduzi-los à igreja, quando o telefone toca. Eis que do outro lado uma voz serelepe lhe alerta: - Amigo vá mais não, que a casa caiu. Era o Batoré avisando que o noivo havia desistido do casamento. Considerado automaticamente disse a avó que a festa havia sido cancelada. Davan, também conhecido como To
Considerado e a avó em depressão trepada num pé de goiaba

Considerado e a avó em depressão trepada num pé de goiaba

Blog, Pequeno Polegar
Na tentativa de reatar o namoro com Zé  Fumacê  - o rei da boate  O Carvão, na Levada - Dona Nildinha se aprontou em duas noites de carnaval e ficou à espera do amante latino que não apareceu. A decepção tomou-lhe conta da vida. O neto, Considerado, ao ver a velha em estado depressivo foi ao bar do Grutinha para encontrar o cara que havia marcado a farra com a avó dele e, na hora H, farrapou. Encontrou vários amigos na mesa do bar: Belleboi, Batoré, Coleguinha, Tonelada, Bill Pontão, Pastor, Cobra coral e outros. Chegou perguntando pelo velho Fumacê com uma cara de abuso que deixou olhares estranhos em diversas mesas. -O que houve Considerado? –Foi a pergunta geral na mesa. Ele não quis dar maiores explicações, mas disse que estava à procura do Fumacê. -Já sei. Estás atrás da m
Considerado, a implosão do grupo do Gabi e o namorado da ministra

Considerado, a implosão do grupo do Gabi e o namorado da ministra

Blog, Pequeno Polegar, Política
Desempregado, liso e lascado, Considerado resolveu surpreender dona Nildinha. O sujeito acordou às 5 horas da manhã deste sábado, 16 de fevereiro, e passou a fazer faxina na casa da avó. Não por acaso, claro. Soube que a velha vendeu umas ações que tinha do Banco do Brasil, faturou uns R$ 35 mil e o cara ficou de olho. Pegou vassoura, balde, rodo e pano de chão e começou a jogar a água dentro da casa. A movimentação jamais vista fez a velha saltar da cama para saber o que estava acontecendo. -Meu Deus, trouxeram um lava jato para dentro casa? Diante da pergunta dela, ele tentou disfarçar a situação:  - Calma vó, eu vi que a casa estava precisando de uma limpeza geral e resolvi lhe ajudar. -Disse certo de que estava com o controle da situação. Ledo engano. Dona Nildinha partiu para ci