16 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade

Autor: Thiago Sampaio

Ministro Rogério Marinho entrega obras hídricas no Sertão de Alagoas

Ministro Rogério Marinho entrega obras hídricas no Sertão de Alagoas

Política
Em passagem por Alagoas nesta segunda-feira, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, realizará uma série de ações, como a inauguração ou vistoria de obras hídricas. "Estamos entregando um sistema de abastecimento de água em uma região muito próxima ao Rio São Francisco, que, até agora, utiliza caminhões-pipa para suprir a carência e as necessidades da população". Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional. Além disso, foi anunciada a liberação de recursos federais para serviços de infraestrutura. Marinho também visitará os bairros afetados pela mineração da Braskem, em Maceió. Nesta manhã, ele inaugurou o sistema de abastecimento no povoado Lagoa das Pedras, no município de Água Branca, no Sertão. Esteve acompanhado de membros e representantes da bancad
Com medo de pegar Covid-19, prefeito de Branquinha se afasta: “Doença muito perigosa”

Com medo de pegar Covid-19, prefeito de Branquinha se afasta: “Doença muito perigosa”

Alagoas
Jairinho Maia (PSDB), prefeito do município de Branquinha, justificou ter se afastado da prefeitura do município alagoano, 68 km distante da Capital Maceió. Segundo a Coluna Labafero, do Cada Minuto, o motivo é o aumento no número de casos de covid-19: “Estou aqui para explicar a vocês qual foi o motivo do meu afastamento do município que foi essa doença, a covid-19. Uma doença muito perigosa”. Jairinho Maia, prefeito de Branquinha. Segundo o boletim mais recente, Branquinha, cidade de pouco mais de 10 mil habitantes, tem 85 casos confirmados e três óbitos nesta pandemia. Mas a falta de fiscalização nas barreiras sanitárias e, mais importante, a falta de água, pode agravar a situação. Em contraste, o prefeito prometia estar junto da população nestes momentos difícieis: &nbs
Vídeo: Em 2018 Bolsonaro prometia ministros de nome, mas hoje não há ninguém na Educação e Saúde

Vídeo: Em 2018 Bolsonaro prometia ministros de nome, mas hoje não há ninguém na Educação e Saúde

Brasil, Vídeos
O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar o novo ministro da Educação nesta sexta-feira (10). O cargo está vago desde o desastroso convite de um plagiador, que saiu sem tomar posse. Além do desastre na Educação, em plena pandemia o governo também não está bem na pasta da Saúde. Foram duas demissões em pleno combate ao novo coronavírus. E a pasta está sendo comandada por um interino. Muito diferente do que o presidente havia prometido em sua campanha eleitoral.
O presidente que gritou covid

O presidente que gritou covid

Artigo, Política
Era uma vez um presidente. Que gritou covid. Foi ao hospital, tirou chapas, fez o exame e falou aos apoiadores: - Estou de máscara por precaução, pois tenho cansaço, febre e dores. E com isso, como sempre, no jornalismo dominou o lead. Não se enganem, é muito triste disso ter de desconfiar. Quando se trata de um presidente, tudo deveria ser preto no branco. É o lúdico do cargo: nem precisaria de passagem pra dizer que "verdade vos libertará" Infelizmente, temos que ficar com o pé atrás num mundo em que ninguém é franco. Em março, no começo da pandemia, o mesmo presidente teria pego covid. Mais de 20 ao seu redor caíram, mas disse ter ficado de pé, forte e resistente. E não quis divulgar os resultados, enfrentando a mídia com revide. Deu bananas, mas não
Covid-19 se espalha no interior do Brasil e Delmiro Gouveia é o 6º nacional em ranking de vulnerabilidade

Covid-19 se espalha no interior do Brasil e Delmiro Gouveia é o 6º nacional em ranking de vulnerabilidade

Alagoas
As estatísticas oficiais afirmam que mais de 1,6 milhão de brasileiros já contraíram o coronavírus, e que mais de 64 mil morreram em decorrência de covid-19. E além dos números provavelmente não revelar o verdadeiro impacto da pandemia, pois há subnotifição de casos, nas próximas semanas esse número pode se elevar por causa do contágio em municípios do interior do Brasil. Muitos deles, sem leitos de UTI. O aumento dos casos do novo coronavírus no interior do Brasil tem levado os infectados a chegar aos grandes centros urbanos com prognósticos bastante negativos de recuperação. Nas últimas semanas, a curva de infecções e mortes no interior ganhou força, obrigando gestores nos estados a aumentar a oferta de leitos de UTI e os meios de locomoção de doentes. Ao contrário de qua
Bia Doria, primeira-dama de SP, diz que “não é correto dar comida ou roupa para moradores de rua”

Bia Doria, primeira-dama de SP, diz que “não é correto dar comida ou roupa para moradores de rua”

Brasil, Vídeos
Em conversa com a socialite Val Marchiori, no Palácio dos Bandeirantes, a primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, extrapolou: ela disse que não se deve dar marmita para os moradores de rua. O motivo? Porque eles precisam saber que têm que sair da rua, um local que hoje, segundo ela, é confortável para eles. Isso na cabeça de Bia, que, infelizmente, é presidente do Fundo Social de São Paulo. "As pessoas que estão na rua... Não é correto você chegar lá na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar de que ela tem que sair da rua. A rua hoje é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua". Bia Doria, primera-dama de São Paulo. https://twitter.com/mota97fm/status/1279084889699205120 Claro, após soltar sua ideia privilegiada e quase que hedionda, a primeira-dama afirma
Centro de Maceió lota no primeiro dia de reabertura

Centro de Maceió lota no primeiro dia de reabertura

Maceió
Antes de tudo: em três meses com decretos de emergência em Alagoas, áreas periféricas de Maceió nunca entraram de verdade em um regime de distanciamento seguro contra o coronavírus. A movimentação era constante. E, claro, não foi diferente no primeiro dia de reabertura, com a Capital em uma "fase Laranja" na pandemia. Apesar de 12 barreiras sanitárias nas entradas do Calçadão e pessoas sem máscaras sendo impedidas de entrar, antes mesmo da abertura das lojas, às 10h, já havia filas. E estas chegavam a dobrar quarteirões. Barreiras As barreiras contam com supervisão de equipes da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), além de policiais militares. Estes também observaram se as lojas estão condizentes com o atual decreto. Ao todo, serão entre
Mas e a retomada? Comitê Científico do Nordeste recomenda lockdown para Maceió

Mas e a retomada? Comitê Científico do Nordeste recomenda lockdown para Maceió

Maceió
Em seu boletim mais recente, o Comitê Científico do Nordeste recomenda o lockdown em Maceió e em outras cidades do Nordeste. Exatamente na véspera da entrada em vigor de novo decreto na Capital de Alagoas, que segundo os parâmetros estaduais, está na "fase laranja" e pronto para retomada. Entretanto, apesar de ter apresentado um crescimento bem menor de casos, e de óbitos, nos últimos 14 dias, Maceió ultrapassou há vários dias o limite de ocupação máxima de leitos de UTI preconizado pelo comitê (80%). Informações preliminares indicam que uma fração importante destas internações são de pacientes vindo do interior do estado. Assim, dado o iminente risco de Maceió sofrer um grande acúmulo de casos provenientes do interior, o comitê recomenda a decretação de um lockdown na cidade, qu
Bolsonaro quer Feder no Ministério da Educação

Bolsonaro quer Feder no Ministério da Educação

Brasil
O presidente Jair Bolsonaro convidou o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, para comandar o Ministério da Educação após as saídas de Abraham Weintraub e de Carlos Decotelli. Antes de Carlos Decotelli ser anunciado, na semana passada, Feder chegou a ser um dos mais cotados para chefiar o ministério, mas pesou contra o seu nome o fato de ele ter sido um dos principais doadores da campanha de João Doria ao governo de São Paulo, em 2018. Entretanto, após a saíde de Decotelli, que nem chegou a entrar, Feder já iniciou os movimentos para se mostrar apto ao cargo. O empresário buscou até mesmo contato com Olavo de Carvalho por meio de alunos do escritor, só que não obteve retorno. Nesta quinta (3), Bolsonaro afirmou que a situação da educação brasileira está “horrível” e e
Reabertura de bares no Rio de Janeiro foi um desastre sanitário

Reabertura de bares no Rio de Janeiro foi um desastre sanitário

Brasil, Vídeos
https://twitter.com/tiagobarbosa_/status/1278894449767129090 Após três meses de quarentena, nesta quinta (2) houve a reabertura de de bares e restaurantes no Rio de Janeiro. E, infelizmente, aconteceu o esperado: o movimento lotou as ruas do Leblon, na zona sul carioca. Houve um grande número de pessoas aglomeradas nas calçadas e sem máscaras de proteção facial. E o resultado, que evidentemente provocará um salto nas estatísticas da covid-19 no Rio, segundo o vereador Tarcísio Mottta (PSOL), seria culpa do prefeito da cidade, Marcelo Crivella. https://twitter.com/MottaTarcisio/status/1278868649974136832 Bares, lanchonetes e restaurantes estão liberados a servir clientes, desde que seja respeitado o distanciamento de dois metros entre as mesas e capacidade máxima de 50% da lotaç