4 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade

Autor: Wagner Melo

Quer mudar o mundo? Não seja chato e nem dê palco a maluco

Blog, Wagner Melo
Conhecem Dan Bilzerian? Eu também não conhecia até ser apresentado a ele pela militância digital. O jogador de pôquer de 39 anos tem um perfil no Instagram com mais de 37,7 milhões de seguidores. Milionário, ele vive cercado de mulheres seminuas, como pode ser visto nas fotos e vídeos que ele compartilha: https://www.instagram.com/p/B4cM13Onk_6/ Como todo bom machão, Dan tem exibe armas pesadíssimas e ostenta veículos como carrões, motocicletas e até uma aeronave. Pois bem, o rapaz virou alvo de uma ofensiva digital que o acusa de sexualizar mulheres, principalmente, por parte de brasileiras. O jogador de pôquer, ao descobrir a movimentação por aqui, deu uma resposta desaforada e irônica. "Fui informado de que ofendi muitas feministas brasileiras e me pediram para pedi

Ativismo digital tira mais de R$ 400 mil dos nacional-socialistas

Blog, Wagner Melo
A guerra contra o nacional-socialismo no Brasil não se dá apenas cumprindo a lei contra os baderneiros. Ela tem sido travada no campo digital, como, por exemplo, o trabalho feito pela Sleeping Giants Brasil (@slpng_giants_pt), que atua combatendo o financiamento ao discurso de ódio e às fake news na internet. Ataca diretamente o bolso dessa gente, notificando as empresas cujos anúncios aparecem em sites comprometidos com o ódio e a mentira. Junto com cerca de 375 mil seguidores, a pressão é grande e nenhuma empresa quer ser associada a uma horda que começa a chafurdar na lama. A associação já estima que, em apenas um mês, estes sites tenham perdido R$ 447.612,00 em receitas com os anúncios cancelados após várias campanhas. O ativismo digital vem dando resultados. E o melhor:

A democracia começa a apresentar sinais vitais. Ufa!

Blog, Wagner Melo
Queiroz preso, Abraham Weintraub fora do Ministério da Educação e Sara Inverno também presa. Uma luz no horizonte começa a surgir para quem estava perdendo a esperança de dias melhores. O segredo? Não existe. Basta as instituições funcionarem e as leis serem aplicadas para todos, independentemente de qual lado político esteja. Ou melhor, independentemente de qualquer fator social e biológico. Somos um país em que adolescentes são assassinados e moradores são agredidos a torto e a direito nas favelas pela força do Estado. Enquanto isso, em Alphaville, o empresário rico e influente humilha o policial, que ouve os impropérios calados e sem sequer subir à calçada. Enquanto Lula, um ex-presidente, passou um bom tempo na cadeia após julgamento em tempo recorde, suficiente pa

Educação à venda, quem dá mais? Sessenta votos. Vendida!

Blog, Wagner Melo
Quanto vale a educação de um povo? Tem quem ache que não dá para estimar, mas, no governo Bolsonaro, tem um preço, sim: 60 votos no Congresso Nacional. Quem disse isso? O general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo. “O senador Ciro Nogueira, presidente do PP, tem sessenta votos. Por isso, ele tem espaço no governo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE)", afirmou, sem enrubescer. Denunciado na Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Ciro Nogueira terá em mãos, para administrar, um orçamento de R$ 55 bilhões. É o toma-lá-da-cá escancarado. A cada facada nos nossos cofres, fica difícil alimentar a esperança de que, pelo menos em breve, o Brasil terá gestão e encontrará a paz.

Bolsonaro é a saúva da Nova República

Blog, Wagner Melo
Um grupo de intelectuais já enxerga a hora de o Brasil começar a sofrer sanções internacionais devido às tragédias na política - com crises dia sim, dia sim - e sanitária, agravada pela maneira como o governo Bolsonaro conduz o país ao abismo e sabota qualquer ação no combate ao coronavírus. Eles alertam que, sob a total indiferença da comunidade internacional, Bozo se apressa a destruir a Nova República, nascida em 1988 das ruínas da ditadura militar. Tudo isso com o apoio da maioria dos estados-maiores militares e por um setor fanatizado da opinião pública, sustentado pelas igrejas evangélicas mais reacionárias. "A situação é explosiva, a democracia está à beira do abismo. Dessa vez, ninguém poderá fingir surpresa, pois Bolsonaro e seus próximos prometeram com constância, duran

Imposto para pagar salário das empregadas dos ricos? Sim, temos!

Blog, Wagner Melo
Mirtes Renata Santana de Souza é funcionária-fantasma da Prefeitura Municipal de Tamandaré, interior de Pernambuco. Ganha pouquinho mais que um salário-mínimo. Seria mais uma assombração nos corredores do setor público brasileiro, mas, não é. Ela é mãe do menino Miguel Otávio Santana da Silva, aquele de cinco anos que morreu após cair do nono andar de um prédio, no Centro do Recife. Ele foi deixado no elevador, sozinho, pela patroa da mãe, SARI CORTE REAL, porque chorava muito por Mirtes, que tinha descido para passear com o cachorro da madame. SARI CORTE REAL é de família rica e influente no Recife. Quem conta é o deputado Túlio Gadelha: https://twitter.com/tuliogadelha/status/1268638288396550148?s=20 Ela é esposa do prefeito de... Tamandaré!!! O sobrenome do homem é te
Setor lácteo alagoano faz campanha pelo produtos locais

Setor lácteo alagoano faz campanha pelo produtos locais

Economia
Quem compra produtos derivados do leite fabricados em Alagoas, além de cuidar da saúde está colaborando para fortalecer a economia local, principalmente, neste período de pandemia da Covid-19, ressalta o Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado de Alagoas (SILEAL). Em todo o Estado, integram a cadeia produtiva mais de quatro mil produtores rurais de leite, entre eles, pequenos produtores da agricultura familiar, médios e de grande porte. No total, 33 laticínios estão instalados em Alagoas, produzindo queijos, leite, manteiga, coalhada, iogurtes, entre outros produtos. O presidente do SILEAL, empresário Arthur Vasconcelos, reforça que optar pelo produto local gera saúde para o consumidor e riqueza para Alagoas. “São alimentos competitivos, pois são produzidos mais frescos,

Sérgio Camargo causa inveja aos radicais da KKK

Blog, Wagner Melo
Sou afrodescendente de pela clara, não sei se possuo o tal “lugar de fala”, mas, vou abrir o bico mesmo assim, porque tenho direito à liberdade de expressão é aqui não há anonimato. O que é aquilo que está na presidência da Fundação Palmares? O senhor Sérgio Camargo acaba de ser representado no Ministério Público Federal (MPF) por racismo e ofensa à legislação, pela Educafro (Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes). Ele chamou o movimento negro de “escória maldita”, esculachou e declarou boicote a manifestação religiosas e culturais afrobrasileiras, além de claramente tentar manchar a imagem de Zumbi dos Palmares, símbolo da resistência negra e homem que dá nome à fundação que ele dirige. "Não vai ter nada para terreiro na Palmares, enquanto eu estiver aqui dentro

O fascismo bate à porta, mas, quem vai abrir?

Blog, Wagner Melo
Bananinha está puto! Acuado, passou a fazer ameaças cada vez mais agressivas e explícitas à democracia. A família ama o poder, não dá sinais de que sairá por bem. Para tiranos, é tudo ou nada. Os Bolsonaros sinalizam ainda que não teriam pudor de afundar o país inteiro junto com eles. A atuação criminosa diante da pandemia de coronavírus é uma amostra grátis do nível de psicopatia dessa galera. Mussolini, Hitler, entre outras figuras, já demonstraram, no curso da História, onde tudo isso acaba. Vejamos se eles têm apoio para essa aventura. Ou se acabarão como os Romanov.

O vírus alimentado pelo verme cloroquinado

Blog, Wagner Melo
Primeiro, o nióbio seria a salvação da economia do Brasil. Depois, a trupe tentou nos convencer que a fosfoetanolamina seria o divisor de águas na cura do câncer. Os irresponsáveis agora apontam a cloroquina como a cura da Covid-19, mesmo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) dizendo: parem os testes. A suspensão das pesquisas que envolviam cientistas de 100 países é temporária e foi pausada após surgirem dúvidas sobre a eficácia da roga no tratamento da doença. O mais grave é que há indícios de que ela pode até aumentar a taxa de mortalidade entre os pacientes. Um estudo publicado sexta-feira, 22, na revista científica "The Lancet", com 96 mil pessoas, mostrou que as substâncias contidas na cloroquina não foram eficientes contra a Covid-19 e detectou risco de arritmia ca