7 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade

Fátima Almeida

Jornalista, graduada pela Universidade Federal de Alagoas, foi presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, membro da Comissão de Ética da entidade e diretora da Federação Nacional dos Jornalista. Vinte e poucos anos de profissão, alguns prêmios, atuação multieditorial em diversos veículos, larga experiência em jornalismo político. Hoje, aprendiz de blogueira.

Tempero a preço de ouro: Fique atento às entrelinhas na nota de compras

Tempero a preço de ouro: Fique atento às entrelinhas na nota de compras

Alagoas, Blog, Cotidiano, Fátima Almeida
Você compraria um quilo de alho por R$ 100,00? E um quilo de pimenta do reino e cominho por R$ 175,00? Pois, fique de olho nos preços praticados em alguns supermercados alagoanos. Em ‘doses homeopáticas’, nas subdivisões das medidas padrão, principalmente de peso, pode estar embutido o que se chama de ‘preço de ouro’, em produtos básicos que você usa no cotidiano, e que provavelmente estiveram no seu último carrinho de feira e estarão no próximo também. Como jornalista, gosto de olhar as coisas nos mínimos detalhes. E como consumidora, mais ainda. Sou daquelas que ficam atentas ao registro do caixa, item, por item, principalmente com os produtos em promoção. E vou te contar: Tenho me livrado de prejuízos consideráveis, por divergências de preços entre a prateleira e o caixa. Com tan
Decisão do STF amplia poderes dos cartórios na oferta de serviços remunerados

Decisão do STF amplia poderes dos cartórios na oferta de serviços remunerados

Blog da Graça Carvalho, Fátima Almeida, Por Elas
Mais poderes aos cartórios. Em julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5855, ajuizada pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), o Pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quarta-feira (10) que a ampliação de serviços remunerados oferecidos por cartórios de registro civil de pessoas naturais é constitucional, desde que sejam conexos às atividades cartorárias e que o convênio que os autorize seja homologado pelo Judiciário. A ação foi ajuizada pelo PRB para questionar alterações na Lei de Registros Públicos (Lei 6.015/1973) que possibilitam a prestação de “outros serviços remunerados” por parte desses cartórios. O partido argumentou que as emendas à Medida Provisória (MP) 776/2017 (convertida na Lei 13.484/2017), inseridas durante o processo legislativo
Instituto que luta em defesa de vítimas da ELA pede socorro à sociedade alagoana

Instituto que luta em defesa de vítimas da ELA pede socorro à sociedade alagoana

Fátima Almeida, Por Elas
(*) Graça Carvalho Após cinco anos de atividades,  o instituto que recebe o nome do  cardiologista alagoano Hemerson Casado pode fechar suas portas, até o final deste mês. De acordo com o próprio Casado, que criou o Instituto em meio a uma luta pessoal contra  a  Esclerose Lateral Amiotrófica (ElA),  o instituto precisa de doações para se manter funcionando. Por isso, ele iniciou uma campanha nas redes sociais. “Tenho insistido com o setor privado na necessidade de alternativas tributárias que favorecem tanto a instituição filantrópica, quanto a empresa privada, mas o desconhecimento das empresas e a falta de iniciativa delas fazem com que isso não aconteça na mesma intensidade que nos países desenvolvidos. Isso também acontece com as pessoas físicas. Não há mobilização da popula
Voto feminino pode definir rumo das eleições em Alagoas

Voto feminino pode definir rumo das eleições em Alagoas

Fátima Almeida, Por Elas
(*) Por Graça Carvalho (com informações do TSE e do TRE/AL) Alagoas tem mais mulheres que homens entre as pessoas aptas a definir os rumos do estado e do Brasil, nas Eleições de 2018. Segundo estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o eleitorado alagoano é composto por  1.166.000 mulheres e 1.021.977 homens. A diferença ainda é pequena, mas significativa, embora ainda seja muito baixo o índice de participação das mulheres como candidatas. O Eassim ouviu a  advogada Paula Simony, coordenadora-geral do Centro de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM), sobre essa "liderança" feminina no conjunto do eleitorado alagoano. Para ela,  é preciso que as mulheres tenham consciência de que têm o poder do voto nas mãos. "As mulheres precisam se informar mais, compreender a importân
Brasil vence Sérvia, Alemanha volta pra casa, e segunda-feira tem mais “feriado”

Brasil vence Sérvia, Alemanha volta pra casa, e segunda-feira tem mais “feriado”

Fátima Almeida, Por Elas
A vitória do Brasil sobre a Sérvia, nesta quarta-feira, por dois a zero, assegurou a liderança verde-amarela no Grupo E,  mas a eliminação da Alemanha, com a derrota para a Coreia, já havia garantido, pela manhã, a alegria do torcedor brasileiro, ainda entalado com o sete a um, que eliminou a seleção canarinha na semifinal da Copa de 2014. Em Maceió (e nos quatro cantos do país), parece que a torcida brasileira gastou todos os fogos juninos para celebrar a eliminação da Alemanha, no final da manhã. Foi audível a diferença. Após a vitória do Brasil, houve empolgação aqui e ali, mas não tanto quanto a explosão de alegria da hora do almoço. Só Freud para explicar o motivo pelo qual esse sentimento de "vingança no esporte (e na vida)" ainda é a mola do mundo. Enterrado o trauma do se
Prêmio Estadual Audálio Dantas de Jornalismo deve ser criado ainda este ano

Prêmio Estadual Audálio Dantas de Jornalismo deve ser criado ainda este ano

Blog, Fátima Almeida, Por Elas
Uma notícia importante para o Jornalismo alagoano foi divulgada, ontem, pela  Secretaria de Comunicação Social do Governo de Alagoas. Ainda este ano, o jornalista e escritor alagoano Audálio Dantas (88 anos), falecido no último dia 30 de maio, vai receber homenagem póstuma, com a criação de um prêmio estadual de Jornalismo em seu nome. Pela manhã, o governador Renan Filho, recebeu a família de Dantas no Palácio dos Martírios, onde a ideia do prêmio foi discutida, com a presença do secretário de Estado da Comunicação, jornalista Enio Lins. Para a jornalista Juliana Kunc Dantas, filha do jornalista alagoano, a criação de prêmios desse tipo  incentiva a prática do bom jornalismo, privilegiando as grandes reportagens, cada vez mais escassas, sobretudo, nas áreas sociais e de direi
Decreto amplia teto para contratações diretas, sem licitação

Decreto amplia teto para contratações diretas, sem licitação

Fátima Almeida, Por Elas
(*) Por Graça Carvalho Novidade no mundo das compras e serviços envolvendo verba pública. Depois de 20 anos, a tabela que limita os valores das modalidades de licitação – concorrência, tomada de preços e convite –  foi atualizada.  Os novos valores, previstos no  Decreto nº 9.412/2018, foram publicados ontem no Diário Oficial da União e vão poder  ser aplicados a partir de 19 de julho, próximo. Especialistas no assunto já calculam o impacto da mudança nos casos de contratação direta, ou seja, de dispensa de licitação. O advogado Dawison Barcelos, no seu portal “O Licitante”,  chama a atenção  para o aumento dos limites desse tipo de contratação, que  deve subir para  algo em torno de R$ 33 mil, no caso de obras e serviços de engenharia; e R$ 17 mil, para demais serviços e compras.
Alagoas de luto outra vez: Morre José Marques de Melo, um dos maiores teóricos do jornalismo brasileiro

Alagoas de luto outra vez: Morre José Marques de Melo, um dos maiores teóricos do jornalismo brasileiro

Blog, Fátima Almeida, Personalidades, Por Elas
Triste notícia nos chega neste final de tarde. Morreu em São Paulo, aos 75 anos de idade, o professor José Marques de Melo, alagoano com raízes em Palmeira dos Índios, onde nasceu, e em Santana do Ipanema, onde se criou e de onde ganhou o mundo para se tornar um dos maiores mestres da Comunicação no Brasil. Deixa um legado importantíssimo em suas obras de estudos e pesquisas publicadas em inúmeros livros, cadernos e revistas científicas, que trouxeram contribuição imensurável para o desenvolvimento do ensino e da prática do jornalismo brasileiro. Com ele, somam-se duas grandes perdas para Alagoas e para o Brasil, em menos de um mês. José Marques de Melo e Audálio Dantas, dois alagoanos, cada um na sua área de atuação - um na teoria outro na prática do bom jornalismo - são motivo de g
Especialista diz como evitar “o mal estar” nos relacionamentos

Especialista diz como evitar “o mal estar” nos relacionamentos

Fátima Almeida, Por Elas
(*)Por Graça Carvalho Em busca de aprimorar sua comunicação nas relações consigo mesmo, com o outro e, sobretudo, nos diferentes espaços sociais, profissionais de diferentes áreas participaram de uma capacitação em Comunicação Não Violenta (CNV) e Sistêmica das Relações, durante este final de semana, em Maceió. O evento foi promovido pelo Instituto Onukisan, numa parceria com o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), do Tribunal de Justiça de Alagoas. O Eassim acompanhou parte da capacitação, facilitada pelo professor gaúcho Marcelo Pelizzoli, que é Ph. D. em Filosofia e pós-doutor em Bioética e coordenador do Espaço de Diálogo e Reparação da Universidade Federal de Pernambuco. Muitos profissionais ligados à Justiça alagoana marcaram presenç

Jornalista descobre 80 casos de doença rara na família e conta historia em sua biografia

Fátima Almeida, Por Elas
Mais que apenas uma biografia, o livro “Mosaicos do Tempo”, que já está em ponto de impressão, só aguardando a verba para sua publicação, vai trazer à tona o resultado de uma investigação importantíssima para pesquisa das doenças raras no Brasil. Portadora de ataxia espinocerebelar do tipo 3 (ou SCA 3), mal  Machado-Joseph, doença  degenerativa que  compromete os músculos, a autora, jornalista Olívia de Cássia,  descobriu 80 casos da doença de Machado-Joseph na própria família, gerados a partir de casamentos entre primos. No livro, além de contar os detalhes dessa investigação realizada a partir da árvore genealógica de sua família, a jornalista alagoana resgata memórias de familiares: os antigos engenhos na região de União dos Palmares, as historias populares recuperadas nas fal