30 de março de 2020Informação, independência e credibilidade

Blog

Um sonho de justiça, regado a um Pinot Noir

Blog, Pequeno Polegar
Considerado é um sujeito sem noção e muitas vezes tem dificuldades para entender algumas coisas do cotidiano. Sobretudo dos animais políticos. Outro dia ele ouviu uma história e ficou sem saber o que dizer. É o seguinte: Um respeitável magistrado alagoano, bom conhecedor de vinho, acordou sorridente uma manhã dessas depois de um belo sonho. Sonhou com a duplicidade do auxílio moradia da Justiça brasileira. E tentaram explicar ao Considerado:  No sonho, nosso causídico fora informado que havia sido autorizado o  pagamento em dobro do famigerado auxílio para quem, não por acaso, estivesse reformando a casa. Depois de despertar, mas ainda no benefício da dúvida, o magistrado foi em Luiz Jardim e comprou farto material de pintura. E logo mandou avisar a sua trupe de um conhecido botequi

Dilma na berlinda e o PMDB à espreita

Blog, Marcelo Firmino
O PMDB nunca esteve tão à vontade no poder. O partido tem a presidente da República, Dilma Rousseff(PT) nas mãos. Em meio a toda essa onda de manifestações contra o governo e a próprio presidente, o partido liderado por Renan Calheiros, presidente do Senado, senador José Sarney, ex-presidente, e o vice-presidente da República, Michel Temer está à espreita. E não só isso. Embora "aliado" do governo alimenta toda e qualquer orquestração que possibilite deixar a gestão Dilma Rousseff e ela própria completamente desconfortáveis. Isso pode ser visto nas manifestações de Calheiros, no Senado, e do próprio presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, também do PMDB. Agora em abril vem mais uma manifestação do chamado movimento "Brasil Livre" contra o governo. Se esse movimento emba

“Ôio de Kombi” quer um canal de Arapiraca a Murici

Blog, Pequeno Polegar
Com um visão ampliada da política alagoana, Ôio de Kombi”, amigo de fé do Considerado, já anteviu problemas no governo de Calheiros Filho. É verdade. Em uma macro olhada no conjunto da obra, até então, ele percebeu que a Secretaria de Educação Estadual mantém a sua sina de continuar sendo uma ilha na esfera de governo. E pra que haja produção e produtividade nessa seara ele acha que Filho terá que fazer um canal de irrigação de Arapiraca a Murici. Se não for assim, Considerado, não tem jeito não. A ilha não vinga. Parece até que botaram mal olhado.

Dilma Rousseff e a luz do poste apagada

Blog, Marcelo Firmino
Quando decidiu lançar a então ministra Dilma Roussef para presidência da República em 2010, o Presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), navegou na tese de que com a popularidade que tinha no momento elegeria até um poste. Não imaginou nunca no apagão que daria no governo depois de tantas trapalhadas do "poste" mal colocado no lugar. Dilma é uma senhora bem intecionada, determinada, mas no governo tem pose de sargentona. E acha que assim pode resolver tudo. Falta-lhe o chamado jogo de cintura necessário para lidar com as "feras" tradicionais de um congresso que só atua á base de seus próprios interesses, historicamente falando. A Nação é um detalhe. Os últimos episódios envolvendo o partido do governo, que é o partido da presidente Dilma e do ex-presidente Lula, apenas aguçaram

Fala aí Considerado: Prefeito quer gastar R$ 600 milhões?

Blog, Pequeno Polegar
  Eita Considerado, no próximo ano teremos eleições municipais – prefeito e vereadores vão às urnas. E não é que o nosso prefeito de Maceió– aquele que era o “cara bom” -  já está correndo atrás de R$ 600 milhões. Olha a notícia correu por aí. E olha que dizem que a Prefeitura está quebrada. Sei não. Mas, o que será que dizem nossos pacatos vereadores? Bem Considerado, os nossos vereadores não querem nem  saber quem vai pagar o pato. Afinal, em campanha, despesas é o que não faltam. "Homi" e com essa grana toda ten nais político animado do que pinto ciscando no lixo. Afinal, quem é que não quer dinheiro para ganhar a eleição  hein??? Fala aí Considerado.
Lei altera regras de gratuidade a deficientes em coletivos de Maceió

Lei altera regras de gratuidade a deficientes em coletivos de Maceió

Marcelo Firmino
Pessoas que têm deficiência física, auditiva, mental, autismo ou doenças incapacitantes têm o direito de andar gratuitamente nos ônibus de Maceió, mas é preciso ficar atento às mudanças na legislação. A lei nº 6.370 altera regras para o direito à gratuidade do transporte. A medida foi sancionada e publicada no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira (18). A gratuidade para deficientes nos coletivos de Maceió existe desde a Lei Municipal nº 4635, de 13/08/1997, agora revogada. Com a nova lei, para usufruir do direito, o cidadão deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), possuir renda familiar bruta de até dois salários mínimos e ser residente na capital alagoana. Para os interessados, é necessário que um cadastro seja realizado na Superin