4 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade

Pequeno Polegar

Pequeno Polegar é um jovem jornalista que se acha “radical chic”, disposto a acompanhar nesse blog os fatos pitorescos do cotidiano, falando de personagens e de personalidades que costumam pisar na bola pelo meio mundo. Mas, com toda consideração.

Considerado e Nildinha frustrados com casamento do Tonelada: o noivo desabou

Considerado e Nildinha frustrados com casamento do Tonelada: o noivo desabou

Blog, Pequeno Polegar
Considerado e a avó, dona Nildinha, amanheceram elétricos. Estavam animados com a possibilidade de uma grande festa com os amigos. Eles foram convidados para padrinho de um casamento. Na verdade, ele foi o convidado mas como não podia ir só combinou com o noivo que sua avó seria a madrinha. E alugaram as roupas. Ele se vestiu em um terno azulão e ela colou um vestido longo rosa choque para causar. Nildinha gosta mesmo de se fazer de estrela da festa. Estavam chamando o Uber para conduzi-los à igreja, quando o telefone toca. Eis que do outro lado uma voz serelepe lhe alerta: - Amigo vá mais não, que a casa caiu. Era o Batoré avisando que o noivo havia desistido do casamento. Considerado automaticamente disse a avó que a festa havia sido cancelada. Davan, também conhecido como To
Considerado e a avó em depressão trepada num pé de goiaba

Considerado e a avó em depressão trepada num pé de goiaba

Blog, Pequeno Polegar
Na tentativa de reatar o namoro com Zé  Fumacê  - o rei da boate  O Carvão, na Levada - Dona Nildinha se aprontou em duas noites de carnaval e ficou à espera do amante latino que não apareceu. A decepção tomou-lhe conta da vida. O neto, Considerado, ao ver a velha em estado depressivo foi ao bar do Grutinha para encontrar o cara que havia marcado a farra com a avó dele e, na hora H, farrapou. Encontrou vários amigos na mesa do bar: Belleboi, Batoré, Coleguinha, Tonelada, Bill Pontão, Pastor, Cobra coral e outros. Chegou perguntando pelo velho Fumacê com uma cara de abuso que deixou olhares estranhos em diversas mesas. -O que houve Considerado? –Foi a pergunta geral na mesa. Ele não quis dar maiores explicações, mas disse que estava à procura do Fumacê. -Já sei. Estás atrás da m
Considerado, a implosão do grupo do Gabi e o namorado da ministra

Considerado, a implosão do grupo do Gabi e o namorado da ministra

Blog, Pequeno Polegar, Política
Desempregado, liso e lascado, Considerado resolveu surpreender dona Nildinha. O sujeito acordou às 5 horas da manhã deste sábado, 16 de fevereiro, e passou a fazer faxina na casa da avó. Não por acaso, claro. Soube que a velha vendeu umas ações que tinha do Banco do Brasil, faturou uns R$ 35 mil e o cara ficou de olho. Pegou vassoura, balde, rodo e pano de chão e começou a jogar a água dentro da casa. A movimentação jamais vista fez a velha saltar da cama para saber o que estava acontecendo. -Meu Deus, trouxeram um lava jato para dentro casa? Diante da pergunta dela, ele tentou disfarçar a situação:  - Calma vó, eu vi que a casa estava precisando de uma limpeza geral e resolvi lhe ajudar. -Disse certo de que estava com o controle da situação. Ledo engano. Dona Nildinha partiu para ci
Confraternização do Gabi tem racha e sobra ‘dedão’ para avó do Considerado

Confraternização do Gabi tem racha e sobra ‘dedão’ para avó do Considerado

Blog, Pequeno Polegar
A depressão voltou a incomodar o Considerado.  Nosso amigo  está tentando entender o que houve de fato com os membros do grupo do “Gabi” (abreviatura de Bar do Gabiru). É um grupo de WhatsApp que ele participa formado por uma verdadeira “alcatéia”. Pra começar tem um lobo, mais conhecido como “Purê. Depois tem Peixe-boi, Pequeno Pônei (PP), Batoré, Jerico Maravilha, Cobra Coral, Belleboi, Dedé Papada, Bill Arapiraca e Cururu  Zoião. Esta é a ala mais light. A turma mais hard é formada por Pastor dos Ovos, Coleguinha Dedão, Braço de Pistola, Silvio Paizinho, Rui Caceteiro, Manguito, Língua Colada, Magistrado, Delegado Dedo Fino, Juiz Falador, Corregedor do Toroca, Fumacê, Moto Serra e Portuga do Azeite. Pense num time... Eis um grupo que costuma frequentar três bares da capital com
Considerado e a avó apaixonada pelo presidente do azulão: ele era o meu bochecha.

Considerado e a avó apaixonada pelo presidente do azulão: ele era o meu bochecha.

Blog, Pequeno Polegar
Torcedor roxo do CRB, Considerado anda irritado com a avó, dona Nildinha. Diz que a velha é uma azulina chata que vive a provocar todos que encontra, graças ao feito histórico do azulão do Mutange. A questão é que o CSA subiu para a elite do futebol nacional e a velha, na visão do neto, está insuportável. Vai tomar banho leva uma toalha azulina. Se vai beber água e café é um copo e uma caneca, ambos com o escudo do clube. Mas, o que mais tem deixado o cara contrariado é que ela está há uma semana, calçada em uma sandália de salto alto, toda azul, vestida em short branco, curtíssimo, e uma camisa do azulão. -Há uma semana, minha irmã. Ela não tira pra nada. -Queixou-se ele para a mãe. Ela pediu pra relevar, pois Nildinha sempre foi assim, cabeça dura e sem cangas. "Não ligue para a
Considerado, a mãe, a avó e um magote de corno: ele não

Considerado, a mãe, a avó e um magote de corno: ele não

Blog, Pequeno Polegar
Considerado chega à casa da avó Nildinha revoltado com a mãe. A mulher, segundo ele, tem a vida completamente anulada depois que passou a ser amante de um cabo da Polícia Militar. Outro dia a mãe chegou em casa com uma marcas roxas no corpo e o Considerado começou a desconfiar que ela estaria sofrendo violência. Tentou saber o que estava havendo mas não descobriu nada. Ameaçou ir tomar satisfações com o militar. A mulher, no entanto, não permitiu. E tratou de convencê-lo que tudo estava bem. Mas, na quinta-feira, 27, ela chega em casa vestida em uma camisa do candidato Bolsonaro, depois de ter saído com o namorado. O filho, lulista convicto, se revoltou: -Que história é essa minha mãe, a senhora vota nesse "coiso" nazista? -Não vejo nada demais... -Esse cara não respeita as
Considerado, a turma do Gabi e receita do Cordeirão para jogador ‘lombrado’

Considerado, a turma do Gabi e receita do Cordeirão para jogador ‘lombrado’

Blog, Pequeno Polegar
A turma do "Gabi", abreviatura de Bar do Gabiru,  decidiu assistir a um dos jogos da Copa na loja de Conveniência do Posto Jardins, que também tem um apelido em grau aumentativo sintético. Mas, deixa para lá, pois é problema... O proprietário do Posto, Bill Arapiraca, um dos líderes da turma, não gosta do apelido colocado no seu qualificado empreendimento, mas costuma reunir os parceiros de resenha no local. Entre eles, Considerado, Batoré, Belleboi, Magistrado, Monge, Silvio Paizinho, Coleguinha, Cerveró, Ôio Kombi, Cordeirão, Purê, Portuga, Geni Maravilha, Sargento Garcia, Davan Tonelada, Pastor, Pequeno Ponei, Papudão, Manguito, Delegado, Fumacê, entre outros pés de cana que a memória, provavelmente sobre efeito etílico, já não permite lembrar. Mas, a cada encontro um bolão e apos
Considerado e dona Nildinha na Copa: Ordem e Fumacê no Carvão

Considerado e dona Nildinha na Copa: Ordem e Fumacê no Carvão

Blog, Pequeno Polegar
Considerado anda infeliz. Tem razões de sobra para isso. A namorada o deixou, foi dispensado do cargo em comissão que tinha em uma Prefeitura tucana do interior, a mãe anda com síndrome do pânico e a avó, dona Nildinha, único apoio que tem, está em um relacionamento "sério" com Zé Fumacê. Ele apareceu no bar e restaurante do Clóvis "Gabi" trajando uma bermuda cor de rosa, pra lá de surrada, uma camiseta preta em estado de aposentadoria, sandálias japonesas e a barba por fazer. A primeira pessoa que encontra logo na entrada foi o "Ôio de Kombi". que estava curtindo os prazeres do seu cigarro Carlton. - Meu garoto, lhe estimo, gosto e quero bem, mas passou um Jeep por cima de você? Considerado fez que não entendeu a pergunta e partiu para "a mesa da diretoria", onde outros amigos es
Considerado, dona Nildinha e o senador Biu ‘traído’ pelos tucanos

Considerado, dona Nildinha e o senador Biu ‘traído’ pelos tucanos

Blog, Pequeno Polegar
Recém saído da Chikungunya, mas ainda cheio de dor nas articulações, Considerado visita a avó dona, Nildinha, e a encontra de cara amarrada, resmungando pelos cantos da casa. Para tentar entender a situação, o neto passou a observá-la e logo que percebeu que a bronca dela era com os políticos. Assunto delicado, por que a velha não costumava debater esses assuntos em casa e por uma razão bem simples. Tinha livre trânsito com todos: da extrema direita à extrema esquerda. Mas, se havia reclamações era preciso saber para aliviar a aflição dela. – O que houve vó, por que essa raiva toda? Dona Nildinha fez que não ouviu nada e o Considerado passou a insistir para saber que bicho estava pegando na casa da vozinha. Ela, pressionada, abriu o jogo: - Você sabe que eu sou amiga do Biu. – Que
Considerado descobre que Batoré foi expulso de casa pelo Padrasto Rola Cansada

Considerado descobre que Batoré foi expulso de casa pelo Padrasto Rola Cansada

Blog, Pequeno Polegar
Considerado decidiu não cair na folia neste carnaval. Para não perder o costume foi para a casa da avó Nildinha, por que lá tem tudo à mão. Desde a cerveja gelada ao caldinho de mocotó, que ele insiste em dizer que é “diet”. Surpreendeu-se, no entanto, na segunda-feira, 12, com umas insistentes batidas na porta da casa. Foi atender e deu de cara com Batoré, o amigo de todas as horas. O cara estava desolado. Era a depressão personalizada. Considerado assustou-se ao ver o amigo naquele estado. Que teria acontecido? Mandou-o entrar, sentar-se e lhe ofereceu um copo da cerveja que estava bebendo. Estranhou ainda mais quando o viu a recusa inusitada do parceiro. -O que houve amigo “Ba”? Fez-se silêncio. Batoré não estava afim de conversar. Queria apenas um lugar para ficar e espantar a