28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade

Pequeno Polegar

Pequeno Polegar é um jovem jornalista que se acha “radical chic”, disposto a acompanhar nesse blog os fatos pitorescos do cotidiano, falando de personagens e de personalidades que costumam pisar na bola pelo meio mundo. Mas, com toda consideração.

A agonia de Considerado, a corrupção e aquele prefeito

A agonia de Considerado, a corrupção e aquele prefeito

Blog, Pequeno Polegar
Gente meu amigo Considerado hoje está insuportável. Uma chatice só.  E quem o conhece é melhor nem chegar perto dele. Disse que se pudesse mudaria logo para Pasárgada, talvez lá encontrasse um rei decente e uma princesa que ninguém é de ferro. O cara fez uma descoberta que o deixou estranho. Sabe aquela coisa de querer entender a alma humana? Assim diante da tamanha aflição dele insisti que contasse para saber se podia ajudar em alguma coisa. Demorou pra contar o caso inusitado, mas o fez de forma agoniada e revoltado. - Conte-me o que houve amigo, quem sabe não posso ajudar? - É melhor nem lhe contar. Agora tudo que você ouve quer mandar pra esse tal de é assim. - Conte logo deixe marmota. - Você não lembra daquelas manifestações na praia de Maceió pedindo o impeachment da
Considerado e o boi gordo na linha

Considerado e o boi gordo na linha

Blog, Pequeno Polegar
Acordei  chateado. Com uma ressaca daquelas,  o telefone acha de tocar insistentemente. Atendo a contragosto e fiquei mais puto ainda. Às 6 e meia da manhã, ninguém merece. Quem era? Meu amigo Considerado. E ele vem com uma conversa que eu não estava preparado para ela: - Pequeno, acordei você foi? - Claro né. Isso é hora de ligar? - É que eu não dormi direito ontem amigo. - Tá bem o que foi? - Você não viu não o Rei na televisão? - Rei, que rei Considerado? - O Reinão. Meteu o pau na Dilma! Mas ele não era um grande aliado, então o que foi que houve meu chapa? - Não sei nada disso não. - Como não sabe, você não é jornalista? -E daí cara? - Eu acho assim. Ele sempre teve tudo que quis, mas parece que agora tiraram as coisinhas dele e o homem tá uma fe

O boi está engordando no pasto, mas os cheques estão voando

Blog, Pequeno Polegar
Estava a caminhar na praia e esbarro com um flalante doublê de empresário e político e um grupo de senhores da terceira idade, a maioria servidores da Assembleia Legislativa mas sem um único dia de serviço prestado efetivamente. Detalhe: Todos vestidinhos na camiseta do Movimento Brasil Livre, impeachment já. Pois Considerado, o nosso conhecido é aquele que disse um dia na imprensa local que na política alagoana "só ainda não vi o boi voar". Também pudera, meu amigo, gordo e pesado no pasto o boi nao vai voar mesmo. Agora o que está voando por aí desde a última campanha eleitoral é cheque de candidato eleitinho da Silva e de não eleitos também. E cheque é um problema. E como é. Isso não entrou na prestação de contas do pessoal no Tribunal Regional Eleitoral. Mas, será que ainda po

Cadê o capim den$o do vereador, Considerado?

Blog, Pequeno Polegar
A cada eleição a briga para neguinho e branquinho se eleger vereador é feroz. E é um tal freio de arrumação para garantir voto que nem Deus descendo hoje à terra dá jeito, Considerado. Hoje mesmo recebi a visita de um edil aqui no eassim.net. É um conhecido do interior. Baixinho, branquinho, bigodinho de Hitler, sujeito bonachão, mas falou em dinheiro perto dele os olhos brilham mais que a estrela Dalva.  Asumiu recentemente depois de um quiproquó que houve na Câmara Municipal, onde cassaram o mandato de muita gente. Conversa vai, conversa vem, perguntei se estava gostando do mandato, mas o homem fez uma cara de enjoo que parecia está acordando de uma ressaca de vinho sangue de boi. Ainda assim insisti para saber se ele ia ser candidato no próximo ano. Meio enigmático o cara me respo

Um sonho de justiça, regado a um Pinot Noir

Blog, Pequeno Polegar
Considerado é um sujeito sem noção e muitas vezes tem dificuldades para entender algumas coisas do cotidiano. Sobretudo dos animais políticos. Outro dia ele ouviu uma história e ficou sem saber o que dizer. É o seguinte: Um respeitável magistrado alagoano, bom conhecedor de vinho, acordou sorridente uma manhã dessas depois de um belo sonho. Sonhou com a duplicidade do auxílio moradia da Justiça brasileira. E tentaram explicar ao Considerado:  No sonho, nosso causídico fora informado que havia sido autorizado o  pagamento em dobro do famigerado auxílio para quem, não por acaso, estivesse reformando a casa. Depois de despertar, mas ainda no benefício da dúvida, o magistrado foi em Luiz Jardim e comprou farto material de pintura. E logo mandou avisar a sua trupe de um conhecido botequi

“Ôio de Kombi” quer um canal de Arapiraca a Murici

Blog, Pequeno Polegar
Com um visão ampliada da política alagoana, Ôio de Kombi”, amigo de fé do Considerado, já anteviu problemas no governo de Calheiros Filho. É verdade. Em uma macro olhada no conjunto da obra, até então, ele percebeu que a Secretaria de Educação Estadual mantém a sua sina de continuar sendo uma ilha na esfera de governo. E pra que haja produção e produtividade nessa seara ele acha que Filho terá que fazer um canal de irrigação de Arapiraca a Murici. Se não for assim, Considerado, não tem jeito não. A ilha não vinga. Parece até que botaram mal olhado.

Fala aí Considerado: Prefeito quer gastar R$ 600 milhões?

Blog, Pequeno Polegar
  Eita Considerado, no próximo ano teremos eleições municipais – prefeito e vereadores vão às urnas. E não é que o nosso prefeito de Maceió– aquele que era o “cara bom” -  já está correndo atrás de R$ 600 milhões. Olha a notícia correu por aí. E olha que dizem que a Prefeitura está quebrada. Sei não. Mas, o que será que dizem nossos pacatos vereadores? Bem Considerado, os nossos vereadores não querem nem  saber quem vai pagar o pato. Afinal, em campanha, despesas é o que não faltam. "Homi" e com essa grana toda ten nais político animado do que pinto ciscando no lixo. Afinal, quem é que não quer dinheiro para ganhar a eleição  hein??? Fala aí Considerado.