28 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade

Wagner Melo

Wagner Melo é jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal/2000) e pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Cesmac (2010). Possui experiência em assessoria de imprensa, redação publicitária e passagem em veículos como a Gazeta de Alagoas (onde foi revisor, repórter de Cidades e Política e, posteriormente, editor-adjunto de Cidades) e Folha de S. Paulo (colaboração em Alagoas). Também foi repórter na Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) de Maceió e é coautor do livro “Maceió: Perspectivas e Desafios”.

Que voltemos a brigar depois, mas com civilidade e respeito

Blog, Wagner Melo
A jornalista Vera Magalhães é a nova vítima das milícias virtuais bolsonarianas. Vem tendo a vida pessoal exposta e sofrendo ameaças. Tudo porque divulgou mais uma palhaçada do governo Bozo, que compartilhou num grupo de Whatsapp um vídeo de convocação para o “Foda-se”, marcado para o dia 15 próximo. Criminoso! Rachel Shererazade, aquela bonitinha do SBesTeira que ajudou a alimentar a divisão e o ódio, também se diz ameaçada. Mas não foi ela que defendeu justiçamento no caso do adolescente negro amarrado ao poste? Por que, então, os minions não podem fazer a justiça com as próprias mãos? Ironias à parte, não apoio a selvageria que se instalou no país. Espero que amadureçamos e saibamos lidar com as divergências. Vera Magalhães, por exemplo, ironizou o tratamento escroto dado à Manuel

Política e crime organizado: uma mistura perigosa

Blog, Wagner Melo
O cerco cada vez mais se fecha. E as acusações são graves. As estreitas relações entre a familícia presidencial e o crime organizado vêm sendo cada vez mais expostas. A "O Globo", o vereador do Rio Ítalo Ciba (Avante), que é sargento da Polícia Militar, disse que "mais de uma vez", ele e o miliciano Adriano de Nóbrega receberam visitas do senador Flávio Bolsonaro. Outra bomba: o ex-capitão do Bope, morto durante uma emboscada na Bahia, frequentava o gabinete de Flávio a convite de Fabrício Queiroz. Ah, o Queiroz! Sempre ele... Flavinho, por sua vez, disse que seu relacionamento com Nóbrega se resumiu àquele dia em que o miliciano foi homenageado na Assembleia Legislativa a pedido do "garoto". Se fosse assim, ambos jamais teriam se encontrado, já que o homenageado estava na p

Esqueçam o verão passado! O ministro é esquizofrênico

Blog, Wagner Melo
Não sei o que é pior: quando o ministro da Educação que comete erros de Português grosseiros ou quando age como um projeto de ditador. Sei, sim. Ele é um lixo completo. Abraham Weintraub tem um nome pomposo, mas não devemos nos enganar. O Ministério da Educação vai processar 30 professores da Universidade Federal Fluminense (UFF) para que eles expliquem um voto que deram há 12 anos sobre a carreira administrativa dos funcionários da instituição. Era uma questão em que se equiparava os salários dos aposentados com os docentes da ativa. É de causar espanto! Espero que o Judiciário não aceite o processo e livre o Brasil das trevas. É esquizofrenia que chama? Ou os idiotas querem se impor por meio da perseguição e do terrorismo psicológico? Tenso...

Educação pública começa a ser ferida letalmente. E o povo, ó!

Blog, Wagner Melo
Lascou! Nessa terça-feira, 11, o ministro da (des)Educação, Abraham Weintraub, anunciou no Senado o projeto-piloto do programa de voucher na creche e pré-escola. Isso quer dizer que os pais ou responsáveis pelas crianças irão receber uma espécie de tíquete para matriculá-las em creches e escolas particulares. É o início do fim para a educação pública. Os liberalecos são contra a existência de escolas públicas. Para eles, quanto menos Estado, melhor. Segundo essa galera do mal, assim, podem ser reduzidos impostos e eles podem manter seu rico e suado dinheirinho no próprio bolso. Poderiam colocar em outro lugar. Para esse povo, tudo é despesa, nuca investimento. Defendem a lei do Estado fraco e do cada um por si, numa sociedade em que prevalecem os caprichos do poder econômico. Se i

A onipresença de Lula e a paranoia dos idiotas

Blog, Wagner Melo
Lula desperta paranoia em certos tipos de gente. Ele não é presidente do Brasil há 9 anos e um mês, porém, desperta uma ira irracional em dois grupos: os mal-intencionados e os idiotas. Os primeiros, fazem vista grossa para os chocólatras, milicianos e amigos do rei. A eficiência e eficácia da lei só vale para os chamados canhotos. Para Lula, basta a batata assar para quem está no poder que surge um fato novo contra ele. É a Geni dos descerebrados. A última loucura é a denúncia pela ocupação do famigerado triplex. Se o apartamento é de Lula, segundo a "Justiça", pode haver invasão? E se Lula estava preso durante a ocupação do "tripéqui", como ele estaria no apartamento ao mesmo tempo? Que denúncia sinistra. Tempos bicudos...

Não confie em quem não bebe, não transa e anda armado

Blog, Wagner Melo
É “Imposto do Pecado” sobre bebidas e cigarro, é política de abstinência sexual e uma tara freudiana por armas. Não quero nem pensar no futuro de um país em que as pessoas não bebem, não transam e andam armadas. Aliás, porque viver muito num lugar desses? Brincadeiras à parte, é triste ver como a estratégia do pânico moral funciona. A ministra Damares justifica a política de abstinência levando tarados a imaginarem o canal vaginal de meninas de 12 anos. No Brasil, a idade do consentimento é 14 anos. Ou seja, transou com alguém abaixo dessa idade, é cana! Vai ser cobrado pelos negões na cadeia. Quem apoia a conscientização e prevenção, ao contrário do que a ministra prega, não quer pré-adolescentes transando. Mas que o sexo não seja praticado à base da selvageria, com cons

A indignação contra o machismo e o combustível da esperança

Blog, Wagner Melo
Chego ao posto de combustíveis e peço para a frentista colocar aqueles velhos 50 reais de gasolina. Desço para tomar uma água e a frentista suspira, enquanto encaixa o bico da bomba na boca do tanque do carro: - Moço, na próxima encarnação, quero ser rica. E nascer homem, porque mulher sofre demais! O que eu entendi é que a pobreza cansa. E o “ser mulher” também. São muitas injustiças e cobranças. Mulher faz quase tudo o que o homem faz. E ainda tem que cuidar deles e estar sempre impecável. Fiquei feliz por ver uma pessoa simples com consciência social. Ela sabe que a sociedade é machista. Porém, triste pelo fato de ela demonstrar desânimo com a luta. Tomo minha água, entro no carro e saio. Na torcida de que aquela indignação da frentista se torne ação, o que vai s

Renato Bolsonaro já pode reivindicar a canonização em vida

Blog, Wagner Melo
É grave a denúncia da Folha de S. Paulo contra o irmão do cidadão que ocupa o cargo de presidente da República. Segundo o veículo, Renato Bolsonaro seria uma espécie de atravessador (o termo é meu), ou seja, teria feito a ponte entre prefeituras paulistas e o governo federal na liberação de verbas para obras. No total, teriam sido repassados mais de R$ 110 milhões aos municípios de São Vicente, Itaoca, Pariquera-Açu e Eldorado. Neste último, moram familiares de B. O bonitinho não tem cargo no governo federal e jura de pés juntos que nunca recebeu pelos, digamos, “serviços prestados à sociedade" daqueles municípios. Ah, esqueci de lembrar que, apesar de não ser santo, Renato possui um dom metafísico. Durante três anos, foi fantasma na folha da Assembleia Legislativa de São Paulo

Não, não foi coincidência!

Blog, Wagner Melo
A música de Wagner, compositor preferido de Hitler, o cenário, a entonação de voz e o discurso com praticamente as mesmas palavras do ministro nazista Joseph Goebbels. Não, não foi coincidência! O ex-secretário especial da Cultura de Bolsonaro, Roberto Alvim, fez toda essa cena ridícula para agradar ao chefe. A merda já começou no nascimento da candidatura do führer tupiniquim. “Alemanha acima de tudo” era o lema de Hitler. Seria coincidência o “Brasil acima de tudo” que vem antes do “Deus acima de todos” do slogan do Maligno? Até a besta do Olavo de Carvalho ficou chocada com tamanha ousadia do seu discípulo. Talvez, seja preocupação por ter sido superado por uma de suas crias. A peste do ex-secretário de Cultura ainda quer nos subestimar, dizendo que tudo não passou de uma “c

Conservadores não têm limites. Apoiam até assédio contra mulheres

Blog, Wagner Melo
O deputado estadual Jessé Lopes, do Paraná, disse que assédio “massageia o ego” e que é um “direito” da mulher. Precisa dizer o partido dele? Queria ver se o machão passasse na rua e fosse cantado por um gay se ele acharia legal. Não é preconceito meu, mas, estes “homens de bem” são homofóbicos até a alma. Aliás, também são misóginos. Olha o que o cara escreveu: "Após as mulheres já terem conquistado todos os direitos necessários, inclusive tendo até, muitas vezes, mais direitos que os homens, hoje as pautas feministas visam em seus atos mais extremistas TIRAR direitos. Como, por exemplo, essa em questão, o direito da mulher poder ser 'assediada' (ser paquerada, procurada, elogiada...)Parece até inveja de mulheres frustradas por não serem assediadas nem em frente a uma construç