18 de janeiro de 2020Informação, independência e credibilidade

Wagner Melo

Wagner Melo é jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal/2000) e pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Cesmac (2010). Possui experiência em assessoria de imprensa, redação publicitária e passagem em veículos como a Gazeta de Alagoas (onde foi revisor, repórter de Cidades e Política e, posteriormente, editor-adjunto de Cidades) e Folha de S. Paulo (colaboração em Alagoas). Também foi repórter na Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) de Maceió e é coautor do livro “Maceió: Perspectivas e Desafios”.

Não, não foi coincidência!

Blog, Wagner Melo
A música de Wagner, compositor preferido de Hitler, o cenário, a entonação de voz e o discurso com praticamente as mesmas palavras do ministro nazista Joseph Goebbels. Não, não foi coincidência! O ex-secretário especial da Cultura de Bolsonaro, Roberto Alvim, fez toda essa cena ridícula para agradar ao chefe. A merda já começou no nascimento da candidatura do führer tupiniquim. “Alemanha acima de tudo” era o lema de Hitler. Seria coincidência o “Brasil acima de tudo” que vem antes do “Deus acima de todos” do slogan do Maligno? Até a besta do Olavo de Carvalho ficou chocada com tamanha ousadia do seu discípulo. Talvez, seja preocupação por ter sido superado por uma de suas crias. A peste do ex-secretário de Cultura ainda quer nos subestimar, dizendo que tudo não passou de uma “c

Conservadores não têm limites. Apoiam até assédio contra mulheres

Blog, Wagner Melo
O deputado estadual Jessé Lopes, do Paraná, disse que assédio “massageia o ego” e que é um “direito” da mulher. Precisa dizer o partido dele? Queria ver se o machão passasse na rua e fosse cantado por um gay se ele acharia legal. Não é preconceito meu, mas, estes “homens de bem” são homofóbicos até a alma. Aliás, também são misóginos. Olha o que o cara escreveu: "Após as mulheres já terem conquistado todos os direitos necessários, inclusive tendo até, muitas vezes, mais direitos que os homens, hoje as pautas feministas visam em seus atos mais extremistas TIRAR direitos. Como, por exemplo, essa em questão, o direito da mulher poder ser 'assediada' (ser paquerada, procurada, elogiada...)Parece até inveja de mulheres frustradas por não serem assediadas nem em frente a uma construç

Gravidez na adolescência não se combate com moralismo fajuto

Blog, Wagner Melo
Quando eu era adolescente, não tinha erro: minhas amigas com os pais mais marcadores e rígidos eram as primeiras a engravidar. Não adianta prender demais porque, quando se soltam, o que estava represado rola numa vazão equivalente a dez represas da Vale. O Ministério dos Direitos Humanos, para agradar uma parcela sociopata da sociedade, vai adotar a pregação da abstinência como política de combate à gravidez na adolescência. Vai fracassar. Vamos perder tempo, recursos e o efeito será o contrário. Lembro que, certa vez, conversei com uma especialista no assunto. Ela me esclareceu que a maioria das jovens que engravidam cedo têm os bebês como fruto de um relacionamento. Em segundo lugar, não lembro a porcentagem, vêm as iludidas, aquelas que acham que barriga segura o amor da
Os incêndios na Austrália derreteram cérebros aqui. Oh, falta de caráter!

Os incêndios na Austrália derreteram cérebros aqui. Oh, falta de caráter!

Blog, Mundo, Wagner Melo
As antas não perdem tempo. Protegidas dos incêndios florestais na Austrália, já que não fazem parte daquele ecossistema, elas agora cobram, aos ambientalistas, um posicionamento tão firme quanto o que demonstram em relação ao desmatamento da Amazônia. Parece coerente, mas, não é. Desconfie sempre de bolsonaristas ou de conservadores malignos. Eles são dissimulados. Fingem esquecer que, enquanto a Amazônia é alvo de criminosos, as florestas australianas ardem em chamas por causas naturais. Aliás, os negacionistas do aquecimento global é que deveriam ter vergonha, porém, vergonha é um verbete inexistente no vocabulário dos roedores de hábitos aquáticos. Vamos aos fatos (algo que também deixa estes espécimes confusos): a primavera de 2019 foi considerada a mais seca dos últimos

Medo do cidadão de bem, ele mantém sua moral à custa de sangue

Blog, Wagner Melo
Tenho medo do “cidadão de bem”. Esse rótulo não passa de uma máscara para esconder o que de mais pútrido e fétido um ser humano pode ser. Veja o exemplo do cidadão defensor dos valores morais e éticos suspeito no ataque (terrorista, sim!) à sede do Porta dos Fundos. O cristão responde a 20 processos, segundo o ‘Blog da Cidadania’: Suspeito de ser um dos autores do ataque a produtora de vídeos Porta dos Fundos, no Humaitá, na Zona Sul do Rio, o economista e empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise, de 41 anos, também é alvo de uma investigação que apura a atuação de uma milícia na cobrança de estacionamentos rotativos no Centro do Rio. Fauzi, que tem 20 anotações criminais — entre elas por ameaça, lesão corporal, desacato, extorsão e Lei Maria da Penha — é presidente da Associação

A volta da miséria, do sarampo e o medo da peste negra

Blog, Wagner Melo
Nunca confiem em moralistas. Eles costumam atirar a primeira pedra, mas, esquecem que seus telhados são de vidro e esta pode ricochetear. Quando menos esperam... crash!!! Flavinho está acuado e o pai, desesperado, distribuindo coices no lugar de esclarecimentos. O discurso da moralidade está ruindo. Com a casa caindo, sobra o quê para defender? A aprovação de míseros 29% do governo federal (um número estratosférico diante dessa tragédia que ocupa a Presidência), segundo o IBGE, revela que a maioria da população está acordando. A que custo? Com menos proteína na mesa, sem emprego e com uma política econômica que joga a conta nas costas dos mais vulneráveis, preservando os privilegiados. A miséria só cresce, porque neoliberalismo só gera concentração de renda. Basta sair às

Quer atrair doenças? Digite 17 em qualquer comentário em rede social

Blog, Wagner Melo
Eles existem, só não vê quem não quer. O exército de robôs do Bolsonaro e composto de perfis fakes e gente tola que se submete a defender o indefensável por pura estupidez ou falta de consciência social e conhecimento histórico. Lembro, como hoje, o dia em que vi uma reportagem no EL País sobre um menino de 17 (de-zes-se-te) anos que matou a mãe, também brasileira, na Espanha. Uma mulher comentou sobre um caso semelhante, de outra mulher que também foi atacada por um filho de 17 (de-zes-se-te) anos. O que o número tem a ver com as calças? A simples digitação no número 17 (que remete a qual candidato à Presidência?) atraiu uma robô que saiu da casa da peste e, do nada, postou um vídeo atacando o Lula. Joice Hasselman colocou a boca no trombone. Como se diz por aí, chamam-na de t

Está amarrado! Se o presidente da Funarte é 10, Satanás é 666

Blog, Wagner Melo
O Brasil é grande – cabe quase a Europa toda em nosso território –, miscigenado e plural. Jamais gente fanática e com o coquinho cauterizado deveria ocupar funções públicas, que impactam em diversos segmentos sociais, certo? Errado. Leiam esta pérola: "O rock ativa a droga que ativa o sexo que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua vez alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo". Sabem quem evacuou estas palavras? Um tal de Dante Mantovani, maestro, que presidirá a Fundação Nacional de Artes (Funarte). Ele foi indicado por outro doido, o secretário especial de Cultura, Roberto Alvim. Mantovani é olavista, ou seja, respeita o autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho, aquele da Terra plana,
Consciência humana? Você está fazendo isso errado

Consciência humana? Você está fazendo isso errado

Blog, Wagner Melo
Se a gente tem o costume de comemorar as datas na véspera, o Dia da Consciência Negra precisa ser celebrado nos 364 dias que o antecedem. Os explícitos ataques racistas que partiram do Congresso Nacional são de lascar. Mostra como o neofascismo avança e tenta se impor de forma violenta e desrespeitosa. O deputado Coronel Tadeu não gostou de uma obra na exposição contra o racismo que acontece na Câmara dos Deputados, avançou sobre ela e rasgou. Ela mostrava um rapaz negro deitado ao chão após ser morto por um policial. Era apenas um retrato fiel da realidade que gente dessa laia adora esconder: pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que 75,4% dos mortos em intervenções policiais (entre 2017 e 2018) eram negros. A cara nem arde. O miserável não se intimidou com
Heil, dentro! Extrema-direita alimenta o nazismo entre nordestinos

Heil, dentro! Extrema-direita alimenta o nazismo entre nordestinos

Blog, Wagner Melo
Estou fúcsia com o que li no Blog do Pichonelli, no UOL. Segundo ele, uma pesquisadora brasileira identificou a existência de 334 células de grupos nazistas em atividade no Brasil. Adivinha onde está a maioria? Quem respondeu Sul e Sudeste acertou. Mas, pasmem, há registros na região Nordeste, em cidades como Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Feira de Santana (BA) e Rondonópolis (MT). Heil, dentro! Os dados foram colhidos pela antropóloga da Unicamp Adriana Abreu Magalhães Dias, uma estudiosa do avanço da extrema-direita no Brasil. Aliás, esse povo é tão palhaço que associa o nazismo à esquerda – há quem diga que o Bigode era comunista. É muita falta de leitura, pois quem leu o Mein Kampf (livro escrito por Hitler) sabe como ele tinha sérias restrições aos comunistas. Os soc