12 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Bolsonaro é a saúva da Nova República

Bolsonaro, a saúva que vem acabando com o Brasil

Um grupo de intelectuais já enxerga a hora de o Brasil começar a sofrer sanções internacionais devido às tragédias na política – com crises dia sim, dia sim – e sanitária, agravada pela maneira como o governo Bolsonaro conduz o país ao abismo e sabota qualquer ação no combate ao coronavírus.

Eles alertam que, sob a total indiferença da comunidade internacional, Bozo se apressa a destruir a Nova República, nascida em 1988 das ruínas da ditadura militar. Tudo isso com o apoio da maioria dos estados-maiores militares e por um setor fanatizado da opinião pública, sustentado pelas igrejas evangélicas mais reacionárias.

“A situação é explosiva, a democracia está à beira do abismo. Dessa vez, ninguém poderá fingir surpresa, pois Bolsonaro e seus próximos prometeram com constância, durante sua campanha e após sua chegada ao poder, o fechamento do Supremo Tribunal Federal, a intervenção do Exército e o aprisionamento dos opositores políticos”.

Este é apenas um trecho do artigo que é assinado por um grupo de professores, todos membros da Rede Europeia pela Democracia no Brasil. São eles: Antoine Acker, adjunto na Universidade de Zurique; Marcos Colón, da Universidade Estadual da Flórida; Maud Chirio, adjunta na Universidade Gustave Eiffel; Olivier Compagnon, do Instituto de Estudos Avançados da América Latina de Paris; Juliette Dumont, adjunta no Instituto de Estudos Avançados da América Latina de Paris; e Anaïs Fléchet, adjunta na Universidade Paris-Saclay.

Preocupados com as ameaças à maior democracia da América Latina, os professores cobram atenção da comunidade internacional para os danos que a loucura bolsonarista podem causar em escala global. A solução, apontam, pode se direcionar a condenações internacionais.

“Diante de um Executivo obcecado por seu pertencimento ocidental e inquieto por sua reputação internacional, a Europa pode agir impondo ao Brasil severas sanções diplomáticas e comerciais, em particular contra os setores ligados ao desmatamento e às empresas associadas ao poder bolsonarista. A pandemia que estamos vivendo nos mostrou, uma vez mais, que nossos destinos neste planeta são compartilhados. Permitir que o Brasil caia em uma ditadura de extrema-direita trará consequências sombrias para todos nós. Ajamos enquanto ainda é tempo!”.

Jair Bolsonaro é a saúva da Nova República. Ou o Brasil acaba com ele ou ele acaba com o Brasil.

A íntegra do artigo você pode ler clicando AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.