2 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade
Economia

Brasil regride e produtos básicos superam industrializados nas exportações após 40 anos

Dos US$ 224 bilhões exportados em 2019, mais da metade (52,7%) correspondem a itens básicos

Minerais, frutas, grãos e carnes superaram, em 2019, o valor de industrializados nas exportações

Pela primeira vez em quarenta anos, os produtos básicos representaram mais da metade das vendas brasileiras ao exterior, segundo os números divulgados pelo Ministério da Economia.

Em 2019, as exportações somaram US$ 224,018 bilhões ao todo, dos quais US$ 118,180 bilhões (52,75%) correspondem a itens básicos. Em 2018, a parcela era de 49,81%. Com isso, produtos classificados como básicos são aqueles que não têm tecnologia envolvida ou acabamento, como minerais, frutas, grãos e carnes.

Segundo o Ministério da Economia, as exportações de itens básicos recuaram 2% no ano passado, ao mesmo tempo em que as vendas externas de produtos industrializados caíram cinco vezes mais (10,3%).

A balança comercial brasileira teve um superávit de US$ 46,674 bilhões em todo ano de 2019, o menor em quatro anos. Há superávit quando as exportações superam as importações feitas pelo país.

Semimanufaturados

Dentre os industrializados, as exportações de produtos manufaturados sofreram tombo de 11,1% no ano passado, para US$ 77,452 bilhões, ou 34,6% do total. Já as vendas externas de produtos semimanufaturados recuaram 8%, somando US$ 28,378 bilhões (o equivalente a 12,7% do total).

Semimanufaturados são aqueles produtos que passaram por alguma transformação, mas geralmente não estão em seu estado final, como por exemplo celulose, açúcar bruto e couro. Os manufaturados normalmente têm maior tecnologia embutida, como eletrônicos.

De acordo com o secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Lucaz Ferraz, o aumento de exportações de maior valor agregado, ou seja, de produtos industrializados, é uma meta do governo Bolsonaro.

Entretanto, segundo analistas, o Brasil precisa aumentar a exportação desses produtos porque isso pode ajudar na geração de emprego e renda, além de proporcionar faturamento e lucro maiores para os produtores.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.