28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Esportes

Com bairro afundando, CSA deixará CT do Mutange até o dia 15 de dezembro

Braskem vai bancar os custos da mudança, provavelmente para o Estádio Nelson Feijó, na Serraria

Em entrevista ao site do GloboEsporte, Rafael Tenório, presidente do CSA, disse que até 15 de dezembro o clube vai deixar o Centro de Treinamento Gustavo Paiva, no Mutange.

A definição aconteceu depois de uma reunião entre o dirigente e a a direção Braskem, em São Paulo. O bairro está afetado por graves problemas de rachadura e está afundando na Lagoa Mundau. Há pontos em que a lagoa  já avançou mais de 2 metros nos últimos dez anos.

“Os jogadores treinam no Mutange até o dia 7 de dezembro, véspera do último jogo contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Depois, toda a parte administrativa vai ser retirada do local até 15 de dezembro”. Rafael Tenório, presidente do CSA.

Imagens de satélite mostram avanço da Lagoa Mundau

Mantendo contato com a diretoria do Corinthians-AL, já é quase certo que o CSA se mude para o Estádio Nelson Peixoto Feijó, na Serraria. Responsável pelos danos, a empresa de mineração vai bancar a transferência. E ele lamenta a situação:

“É muito triste mesmo. Só eu tenho 57 anos de Mutange. Mas vamos ter que nos mudar e, durante os 24 meses, esperar os trâmites jurídicos para que o CSA receba a indenização”. Rafael Tenório.

Evacuação

Após reunião com a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, na manhã desta terça-feira (19), representantes da Braskem apresentam nesta tarde, em encontro com a Prefeitura de Maceió, o plano de evacuação do bairro do Mutange.

Um estudo sobre a região também será entregue, desta vez à Justiça Federal, realizado pelo Instituto de Geomecânica Leipzig (IFG) da Alemanha e referência em geomecânica de poços de sal.

Segundo o plano, mais de 1500 pessoas precisarão deixar seus imóveis. São pelo menos 400 imóveis atingidos pela instabilidade no solo da região: assim como Pinheiro e Bebedouro, o bairro é atingido por rachaduras.

Entre as áreas a serem evacuadas, além do Centro de Treinamento do CSA, estão a sede do Sinteal (Sincato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas) e, curiosamente, do IMA (Instituto do Meio Ambiente).

Reprodução do Mapa de risco de Maceió inclui problemas nos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.