28 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Com turismo em alta, investimento em áreas estratégicas faz hotelaria crescer em Alagoas

Só em 2019, seis hotéis foram inaugurados e 11 estão em obras

Avanço da duplicação da AL-101 Norte, expansão do esgotamento sanitário na capital, segurança pública eficaz e promoção do destino. Esses são os investimentos estratégicos feitos pelo Governo do Estado e apontados pelo setor hoteleiro alagoano como pilares para que mais e mais empreendimentos se ergam em Alagoas.

A avaliação é do empresário Milton Vasconcelos, sócio-proprietário do grupo Maceió Mar Empreendimentos, que está construindo, em Ipioca, no Litoral Norte da capital alagoana, um complexo hoteleiro e residencial de R$ 230 milhões e que vai gerar mais de 600 empregos diretos e outros 1800 indiretos.

Serão 760 unidades habitacionais, distribuídas em três blocos: resort all inclusive (277), flat (256) e residencial (227). O governador Renan Filho e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, visitaram as obras de construção do Ipioca Beach, como vai se chamar o complexo hoteleiro e residencial.

O chefe do executivo estadual aproveitou para reafirmar o compromisso de seguir com os investimentos estratégicos que beneficiam, sobretudo, o turismo num estado vocacionado para esta atividade econômica.

“Promover o desenvolvimento, gerar emprego e divulgar as coisas boas de Alagoas é o nosso papel”. Renan Filho, governador de Alagoas.

Milton Vasconcelos disse que qualquer empreendedor, mas em especial o hoteleiro, busca garantias e pré-requisitos para investir e o primeiro deles é o esgotamento sanitário.

“A gente vê na gestão do Governo do Estado a prioridade de sanear Alagoas, em especial a capital e dentro desse plano Ipioca está contemplada”. Milton Vasconcelos, empresário.

Em Maceió, a cobertura da rede de esgotamento sanitário passou de 28% para 35% com a entrega, em junho de 2019, de duas obras estratégicas: a instalação da Linha Expressa – Praça Lions e a revitalização do sistema de esgotamento nos bairros de Jacarecica e Cruz das Almas.

A meta é alcançar um índice de 70% de cobertura em esgotamento sanitário nos próximos três anos na capital, por meio de Parcerias Público-Privadas (PPPs), dobrando a capacidade em Maceió e na região metropolitana. No total, serão investidos mais de R$ 500 milhões.

Com investimentos robustos na área da Segurança Pública, Alagoas terminou 2019 com o menor número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) já registrado desde o início da série histórica, em 2011. A contínua redução fez 2019 registrar a menor taxa de homicídios por grupo de cem mil habitantes em 20 anos na capital alagoana, Maceió.

Expansão

Só em 2019, seis hotéis foram inaugurados em Alagoas e outros 11 empreendimentos estão em fase de construção. Dos seis novos empreendimentos já em operação, metade está localizada em Maceió, elevando em 6% a oferta de leitos na capital alagoana. O Ipioca Beach (flat e resort) fica pronto em novembro de 2021. Já o residencial deve ser concluído no final de 2022.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.