24 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Confirmad a inexistência de casos da Covid-19 no sistema penitenciário de AL

Reeducandos ainda confeccionam máscaras e aventais para profissionais de saúde

O secretário da Ressocialização e Inclusão Social, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, participou de mais uma videoconferência, nesta quinta-feira (16), para debater as medidas de prevenção ao novo coronavírus.

Além dos secretários de administração penitenciária de todo o país, o encontro também contou com a participação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que expôs números sobre a incidência de casos suspeitos e confirmados nos estados, discorrendo também sobre as providências no tocante ao enfrentamento à Covid-19. Não há nenhum caso de coronavírus no sistema prisional alagoano.

Membros do Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional e Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) também participaram da reunião.

O ministro Sérgio Moro destacou o diálogo permanente entre secretários e Departamento Penitenciário Nacional (Depen), revelando que testes para diagnóstico do coronavírus já começaram a ser distribuídos, com o objetivo de testar não apenas os profissionais de saúde, mas também os policiais penais.

Desde a confirmação, pela Secretaria de Saúde de Alagoas (Sesau/AL), do primeiro caso suspeito no estado, a Seris iniciou, ainda em fevereiro, as ações de prevenção no complexo penitenciário de Maceió e no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, suspendendo as visitas, reforçando a limpeza das unidades e ampliando a triagem dos presos que chegam ao sistema prisional.

“Adotamos todas as medidas necessárias à prevenção ao coronavírus, de modo que continuemos sem registrar nenhum caso no sistema prisional alagoano, preservando, assim, a saúde de servidores, reeducandos e seus familiares”. Marcos Sérgio de Freitas., secretário de Ressocialização e Inclusão Social.

Reeducandos confeccionam máscaras e aventais

Para fortalecer o trabalho de prevenção à Covid-19 e visando à segurança desses profissionais, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) vem fomentando a produção de máscaras e aventais na oficina de Corte e Costura do Presídio do Agreste, localizado no município de Girau do Ponciano.

O trabalho foi iniciado com a confecção de máscaras, com os reeducandos já produzindo, diariamente, cerca de 1.500 unidades, distribuídas entre os servidores penitenciários e também destinadas à doação.

E desde a última segunda-feira (13), os custodiados também passaram a confeccionar aventais protetores impermeáveis, que serão doados ao Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira, adaptado para atender pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

Até a próxima sexta-feira (17), mais 350 unidades serão entregues, totalizando 550 capotes em menos de uma semana. O utensílio, de vital importância, será destinado à proteção dos servidores da área de saúde do Hospital da Mulher e que estão atuando no combate à Covid-19.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.