2 de junho de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Consórcio Nordeste: Flexibilizar distanciamento pode gerar tragédia

Pesquisadores do Comitê Científico apontam que “não há justificativa para relaxamento”

Nicolelis sobre a cloroquina: “a dose que pode gerar uma arritmia cardíaca, por exemplo, é muito próxima da dose terapêutica (…) então não se automedique”

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste (CCCC), criado para assessorar os nove governadores da região nas decisões a respeito da Covid-19 lançou seu terceiro boletim de recomendações.

O principal tema do documento é o distanciamento social. Neles, os pesquisadores escrevem que “baseados em todas as evidências disponíveis no Brasil e em todo mundo, não há justificativa alguma para qualquer tipo de relaxamento no distanciamento social (…) qualquer flexibilização agora vai gerar tragédia humana sem precedentes no país”.

O boletim foi lançado na última quinta-feira (09) e pode ser acessado na íntegra no site do CCCC, lançado também ontem, no site do Comitê Científico do Consórcio Nordeste.

Nele, os cientistas envolvidos também explicam seu posicionamento em relação ao uso da hidroxiclorina, considerando que ainda não há evidências significativas para que a substância possa ser considerada um tratamento.

Em vídeo lançado no seu canal do Youtube, resumindo o boletim, o neurocientista Miguel Nicolelis, coordenador do CCCC, comenta que “essa droga tem efeitos colaterais gravíssimos. A dose que pode gerar uma arritmia cardíaca, por exemplo, é muito próxima da dose terapêutica (…) então não se automedique”, alerta o médico e pesquisador.

Alagoas

O Governo de Alagoas é representado no CCCC através da sua fundação de amparo à pesquisa. O professor Fábio Guedes, diretor-presidente da Fapeal, está à frente de duas das nove submissões que assessoram o comitê e foi responsável por indicar pesquisadores atuantes no estado de Alagoas para participar de todas elas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.