4 de junho de 2020Informação, independência e credibilidade
Política

Coronavírus: Desequilibrado, Bolsonaro grita com Doria e mete política no meio da reunião

Presidente chegou a chamar o governador de “leviano” e “demagogo”

Em reunião de videoconferência, para tratar ações contra o surto do novo coronavírus no Brasil, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que ele deveria “dar exemplo ao País, e não dividir a nação em tempos de pandemia”.

Bolsonaro, claro, se exaltou com a declaração do governador de São Paulo e chegou a chamá-lo de “leviano” e “demagogo”. Bolsonaro também reclamou que Doria teria se apoderado do nome dele nas eleições de 2018 e depois “virou as costas” como fez todo mundo.

“Se você não atrapalhar, o Brasil vai decolar e conseguir sair da crise. Saia do palanque”. Jair Bolsonaro, presidente.

Portanto, mantendo o discurso do pronunciamento, o presidente segue em guerra com os governadores, focando-se mais na disputa econômica, e principalmente eleitoral, quando deveria estar valando de saúde.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.