24 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Covid-19 contamina 112 pessoas em aulas de dança de academias

E Jair Bolsonaro publicou decreto para abrir academias, barbearias e salões de beleza

O vírus ataca os sarados das academias

Na sua louca tese de que o coronavírus é apenas uma “gripinha” e que por isso mesmo é preciso abrir o comércio em nome da economia, Jair Bolsonaro atenta diretamente contra a ciência, que diz o contrário, e a própria vida das pessoas.

Até aí nada de novo. Está posto e as demonstrações dadas pelo presidente brasileiro – com seus apoiadores – só reforçam tudo isso.

Também não é novidade que a preocupação dele é não perder o apoio de eleitores para seu projeto de reeleição.

Mas lembram daquele decreto que ele publicou liberando salões de beleza, barbearias e academias de ginástica, com tese de que eram “serviços essenciais”?

Na verdade, esses estabelecimentos, neste momento, são serviços de potencial transmissão do coronavírus (Covid-19).

A prova está nas academias de ginásticas que contaminaram 112 pessoas, após a realização de aulas de dança em março.

Felizmente, o caso não foi aqui. Mas, logo que descobriu o foco na cidade de Cheonan, o governo da Coreia do Sul fechou todos os estabelecimentos.

Na academia não há sarado livre do vírus.

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.