9 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade
Esportes

CRB perde para o Vitória por 2 a 1 na Copa do Nordeste

Galo foi derrotado em jogo no Barradão graças à lei do ex, com gols de Léo Ceará e Alisson Farias

Na noite desta quinta-feira (27), o CRB foi derrotado pelo Vitória por 2×1, pela quinta rodada da Copa do Nordeste. No Barradão, o rubro-negro fez valer o seu papel de mandante, mas havia feito antes cinco jogos em seu domínio sem vencer.

Léo Ceará e Alisson Farias fizeram valer a ‘lei do ex’ e marcaram os gols que deram o triunfo ao Leão.

Pior para o Galo, que fica fora da zona de classificação em seu grupo, estacionado na quinta posição. Por outro lado, o Vitória assumiu a segunda posição. O CRB terá chances de se recuperar na próxima semana, quando enfrenta o Náutico no dia 5, no Estádio Rei Pelé.

2×1

Precisando vencer para entrar na zona de classificação da Copa do Nordeste, tanto Vitória quanto CRB iniciaram a partida com proposta de jogo pegado, em duelo marcado pela grande quantidade de faltas

O gol saiu apenas aos 26 minutos, quando Carleto descolou belo lançamento para Léo Ceará. O atacante dominou, girou para cima de Xandão e chutou forte para fazer valer a ‘lei do ex’ e abrir o placar para o rubro-negro.

Apesar do gol do time da casa, foi o CRB quem passou a pressionar no ataque. Mas foi para o intervalo ainda atrás no placar.

Na tentativa de ganhar o meio e impor o ritmo do jogo, o Vitória voltou para o segundo tempo com Gerson Magrão na vaga do volante Jean. Só que logo aos três minutos, Xandão cobrou falta direta, a bola passou pela barreira e morreu no canto esquerdo de Ronaldo, empatando a partida.

Mas jogo em casa, aos sete minutos Alisson Farias recebeu na ponta esquerda, invadiu a área e mandou para as redes, recolocando o Leão em vantagem.

O terceiro poderia ter saído um minuto depois. O goleiro Edson saiu jogando errado e deu um presente para Gerson Magrão. O meia carregou livre e de frente para o gol perdeu uma chance incrível.

Em campo, o CRB voltou a pressionar. Primeiro na cabeçada de Dudu e depois no chute forte de Rafael Longuine que Ronaldo mandou para escanteio. Com a vantagem, o Vitória se fechou no campo de defesa e passou a explorar as jogadas de contra-ataque. E levou a partida até o final com a vantagem de 2×1.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.