11 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Defesa afirma que Queiroz não quer e nem tem o que delatar

Amigo pessoal do presidente prestou depoimento à PF e praticamente manteve silêncio

Flávio e Queiroz foram pegos envolvidos em um esquema de corrupção

Após vazar a informação de que Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, estaria negociando um acordo de delação premiada com os investigadores do escândalo da rachadinha, seu advogado fez questão de dizer que tal ação não acontecerá.

“Doutor, eu não quero delatar e não tenho o que delatar”. Paulo Catta Preta, advogado, citando seu cliente, Queiroz.

Catta Preta é contra acordos de colaboração e é categórico ao dizer que Queiroz não seguirá esse caminho em sua defesa. É tão seguro disso que, se fosse o caso, abandonaria o caso.

Em silêncio

Amigo pessoal do presidente Jair Bolsonaro, Queiroz, prestou depoimento à Polícia Federal nesta segunda- feira (29), e praticamente manteve silêncio sobre as acusações de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa e obstrução de Justiça.

Foi a primeira vez  em que ele confrontou pessoalmente um interrogatório desde que foi preso, no dia 18 deste mês. Em declaração à imprensa o advogado dele chegou a dizer que o cliente teme ser assassinado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.