7 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Diferente: Entidades realizam atos virtuais para celebrar o Dia do Trabalhador

Em tempos de pandemia, eventos de 1º de maio unem artistas e entidades sindicais de várias partes do mundo, mantendo preservando o isolamento social

Sem passeata, sem manifestações nas praças, sem cartazes nas ruas; trabalhadores e trabalhadoras do mundo inteiro vivem, nesta sexta-feira, um 1º de maio inédito. Por medida de proteção à saúde, diante de uma pandemia que assola o mundo, grande parte da população mundial está confinada em casa, cumprindo quarentena de isolamento social e vivendo uma nova experiência laboral, de ter que continuar produzindo, sem sair de casa.

Nesse mundo novo, em que as relações de trabalho se reinventam, muitos desafios despontam, não só em relação ao trabalhador que, da noite para o dia teve que transformar sua casa numa estação de trabalho, limitando o espaço da família e multiplicando seu tempo para dividi-lo entre as atribuições profissionais e domésticas. Mas também, e principalmente, em relação à própria dinâmica da militância sindical.

Neste 1º de Maio, os tradicionais atos públicos que antes aglomeravam trabalhadores e trabalhadoras num verdadeiro corpo a corpo, nas ruas da maioria das cidades do Brasil e do mundo, se dispersam na ordem imperiosa da proteção à saúde, que ecoa em todas as línguas: #Ficaemcasa. Mas ganham um novo formato de aglutinação universal, unindo trabalhadores de diversas partes do planeta por meio dos mecanismos de comunicação que se aprimoram, traduzindo como nunca a verdadeira essência da tal globalização.

Pela primeira vez em sua história, o 1º de maio fará uma conexão em tempo real, unindo entidades como a CUT, no Brasil, com outras 22 centrais sindicais de 16 países, dos cinco continentes, num grande ato unificado – o Concerto Internacional da Solidariedade – reunindo, no universo online, artistas de várias partes do mundo, em homenagem aos trabalhadores e trabalhadoras e às vítimas da Covif-19.

E também pela primeira no Brasil o Dia do Trabalhador será comemorado por meio de uma live que transmitirá, a partir das 11h30, um grande show virtual, reunindo nomes e gêneros diversos da música nacional intercalando falas de dirigentes sindicais, religiosos, representantes dos movimentos sociais e políticos.

Tudo isso para que se mobilize a classe trabalhadora, sem que ninguém precise sair de casa.

Além dessa live nacional organizada por centrais sindicais e movimentos sociais, das 11h30 às 15h30, estão sendo organizados em quase todos os estados brasileiros atos virtuais marcando um 1º de maio solidário e em defesa da saúde, de emprego e renda. Eles vão acontecer em horário diferente da live nacional (antes ou depois).

Panelaço

À noite, às 20h, está sendo convocado um panelaço nas janelas de todo o país, com o Fora Bolsonaro, fundamentado na ameaça que atitudes do Presidente têm representado à saúde da população, aos direitos da classe trabalhadora, ao Estado Democrático de Direito e à Constituição.

 

#1ºdemaio, #Diadotrabalhador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.